Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Barcelona/ataque: EUA e governos europeus expressam solidariedade para com as vítimas

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/08/2017 Administrator

Os Estados Unidos e vários Governos europeus, entre os quais os de França, Reino Unido e Alemanha condenaram hoje o ataque terrorista nas Ramblas, em Barcelona, e expressaram solidariedade para com as vítimas atropeladas por uma carrinha.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou o "ataque terrorista" que fez pelos menos 13 mortos e 50 feridos e disponibilizou-se para ajudar as autoridades espanholas.

"Os Estados Unidos condenam o ataque terrorista de Barcelona, Espanha, e farão tudo o que for necessário para ajudar. Sejam corajosos e fortes que nós vamos ajudar-vos", escreveu Trump na rede social Twitter.

A primeira-ministra britânica escreveu que "o Reino Unido está solidário com Espanha contra o terrorismo".

A porta-voz da chanceler alemã Agela Merkel classificou de "revoltante" o ataque na cidade espanhola.

"Sentimos uma profunda tristeza pelas vítimas do revoltante ataque comentido em Barcelona - A nossa solidariedade e amizade para com o povo espanhol", escreveu Steffen Seibert no Twitter.

Também o Governo francês, através do ministro dos Negócios Estrangeiros, expressou a sua solidariedade para com as vítimas do atentado e para com o povo espanhol.

O Ministério do Exterior turco condenou "energicamente" o ataque terrorista e expressou a sua solidaridade para com Espanha.

Uma carrinha atropelou hoje dezenas de pessoas na turística zona das Ramblas, no centro de Barcelona, fazendo pelo menos 13 mortos e mais de 50 feridos, vários dos quais em estado grave, segundo a polícia espanhola.

O veículo, uma furgoneta branca, galgou um passeio na zona da Praça da Catalunha, atropelando dezenas de pessoas e gerando situações de pânico em toda a área.

Segundo a televisão pública espanhola, a polícia já deteve um homem, presumível autor do ataque, e um segundo estará barricado num bar nas proximidades do local do ataque terrorista.

Através do Twitter, a polícia pediu aos cidadãos que comuniquem através das redes sociais e não utilizem as linhas telefónicas.

O governo regional da Catalunha, Generalitat, recomendou aos habitantes que evitem estar nas ruas e pediu o encerramento das estações de metro e de comboio na zona.

Até ao momento nenhum grupo terrorista reivindicou o atentado.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon