Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bas Dost vale meia equipa e cria vício do sucesso no Sporting

Logótipo de O Jogo O Jogo 30/10/2017 Francisco Sebe
© Fábio Poço/Global Imagens

Os golos de Dost foram decisivos em 13 das 26 vitórias conseguidas desde a sua chegada. O 28 deu metade dos triunfos

Foi uma vitória arrancada a ferros aquela que o Sporting conseguiu na sexta-feira em Vila do Conde, diante do Rio Ave, e o protagonista foi o suspeito do costume: Bas Dost. O avançado holandês desfez o empate e resgatou mais dois pontos com um golo solitário que resolveu o jogo, tal como já antes tivera tiros decisivos nos triunfos pela margem mínima ante Feirense e V. Setúbal. À sua conta, o 28 pode reclamar a conquista de seis pontos, sem os quais os leões seriam terceiros, atrás do Benfica. Já na época passada, a sua primeira de leão ao peito, Bas Dost tinha sido providencial na conquista de 25 pontos: sem os golos do holandês, o Sporting teria sido oitavo, com 45 pontos, atrás do Feirense.

Desde a sua chegada a Alvalade, Dost fez 41 jogos na Liga, nos quais marcou 42 golos. À média superior a um golo por jogo acresce o facto de o holandês ser o autor de praticamente metade dos golos da equipa de Jorge Jesus desde que se tornou a principal referência ofensiva dos leões, que marcaram 85 golos desde que o 28 passou a fazer parte do onze. Mais: o avançado holandês, à imagem do verificado em Vila do Conde, foi decisivo em metade das vitórias conseguidas pelos leões. Sem os seus golos, a equipa comandada por Jorge Jesus não teria 13 dos 26 triunfos acumulados desde a integração do 28. Bas Dost foi determinante em 15 dos 41 encontros disputados de leão ao peito e na conquista de 31 dos 87 pontos somados desde que passou a ser primeira opção do técnico dos leões, ou seja, 35,6% dos mesmos.

Holandês supera Jonas em influência

Contratado para a temporada 2016/17, Bas Dost teve um impacto imediato no futebol português ao sagrar-se melhor marcador do campeonato, com 34 golos, no ano de estreia. Na presente temporada, o avançado do Sporting está quatro remates certeiros atrás de Jonas, mas na contabilidade geral dos jogadores que se sagraram melhores marcadores nos últimos dois anos, o holandês supera o brasileiro em termos de influência nas respetivas equipas. Autor de 42 golos em 41 jogos da Liga (ver peça em cima), Dost marcou quase metade dos tentos somados pelo Sporting no mesmo período: 85. Já o goleador do Benfica contribuiu "apenas" com 77 remates certeiros para o registo de 219 golos apontados pelos encarnados desde a sua chegada ao Estádio da Luz, em setembro de 2014.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon