Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ben Arfa não aceita ser suplente: "É como se fosse um castigo"

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/03/2017 Hugo M. Monteiro

Francês não esconde o desagrado por ser suplente no Paris Saint-Germain

Hatem Ben Arfa diz não aceitar a condição de suplente no Paris Saint-Germain. O francês publicou este domingo um vídeo nas redes sociais, onde pede uma oportunidade ao técnico Unai Emery.

© EPA/ETIENNE LAURENT

"Não peço tempo de jogo ou para jogar numa posição específica, só peço que me dê uma oportunidade. Sou um lutador, um campeão e é difícil aceitar a condição de suplente. Posso aceitar estar no banco se for uma situação temporária e se puder mudar alguma coisa. Se não for o caso, é como se fosse um castigo", referiu.

O jogador de 30 anos chegou ao campeão francês no último verão, mas as coisas não têm corrido de feição para Ben Arfa. "Não aceito a minha situação. Seria bizarro se aceitasse", rematou.

twitter845908194480160770esquerda

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon