Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Benavente vence última etapa do Mundial de motonáutica F2 que coroou Al Qemzi

Logótipo de LusaLusa 08/10/2017 Alberto Peres
OCTÁVIO PASSOS/LUSA © LUSA / OCTÁVIO PASSOS OCTÁVIO PASSOS/LUSA

Albufeira da Pala, Baião, 08 out (Lusa) – O piloto português Duarte Benavente venceu hoje a derradeira etapa do Mundial de Motonáutica F2, disputada na Albufeira da Pala, em Baião, e que atribuiu o título mundial a Rashed Al Qemzi, dos Emirados Árabes Unidos.

Duarte Benavente, depois de ter realizado no sábado o melhor tempo na qualificação, entrou confiante na água e deu espetáculo aos milhares de espetadores espalhados pelas margens do rio Douro.

O português arrecadou vinte pontos na final e o melhor tempo da prova, com 38.29,05 minutos, o que lhe garantiu o quarto lugar do Mundial, que teve como vencedor Rashed Al Qemzi, que precisou de apenas 9 pontos para se sagrar campeão de Motonáutica F2.

O sueco Pierre Lundin, que venceu na edição de 2016, terminou a prova no segundo lugar, com 38.29,95 segundos, o que o colocou na segunda posição do ‘ranking’ mundial, e o italiano Alberto Comparato fechou o pódio na etapa de Baião.

“Todas as provas são difíceis e as vitórias ainda mais. Temos que enfrentar os adversários e lutar para conseguirmos atingir os nossos objetivos. Este campeonato não foi exceção”, considerou Duarte Benavente.

O piloto português disse ainda que foram dois dias muito competitivos, com grandes pilotos, o que constituiu uma boa demonstração da força da F2.

“Estou muito contente e satisfeito por este resultado, Portugal merecia”, comentou Duarte Benavente, minutos depois de se ter sagrado vencedor desta última etapa do Mundial de F2.

Esta foi a segunda vez que a Albufeira da Pala recebeu a última etapa do Campeonato Mundial de Motonáutica F2.

APS // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon