Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Benfica B em crise e agora goleado pelo União

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/04/2017 Hugo Monteiro

União da Madeira goleou o Benfica B, por 4-0, em partida da 35.ª jornada da II Liga.

O União da Madeira goleou o Benfica B, por 4-0, em partida da 35.ª jornada da II Liga de futebol, dominada pelos madeirenses e que resultou na quarta derrota consecutiva dos encarnados. Os forasteiros começaram a construir o triunfo pelos pés de Luís Carlos, quando estavam decorridos 21 minutos, que viu Cédric Amissi aumentar a diferença, aos 31. No segundo tempo, N'Sor acabou com as esperanças do Benfica, com um 'bis', aos 62 e 86.

As equipas entraram em campo a dividir o mesmo lugar na tabela (sexto), mas com as águias a atravessarem a pior série da temporada, depois de três desaires consecutivos. O União, por outro lado, somava nove encontros sem conhecer o sabor da derrota.

Os primeiros instantes do jogo foram demonstrativos de que se perspetivava uma superioridade dos madeirenses, que dispuseram de duas ocasiões logo nos primeiros 15 minutos. Depois do ganês N'Sor ter dado o primeiro aviso, quando surgiu isolado na 'cara' de Zlobin e enviou a bola ao poste, Nuno Viveiros, de livre direto, obrigou o guardião russo a aplicar-se entre os postes.

O golo do União parecia não tardar em chegar e, à passagem do minuto 21, Luís Carlos acabou mesmo por inaugurar o marcador no Caixa Futebol Campus. Um mau passe do guarda-redes 'encarnado' colocou a bola à mercê dos madeirenses, que, em poucos toques, chegaram à baliza e ofereceram o golo ao avançado brasileiro.

O Benfica B acusou bastante o golo sofrido, bem como a ausência dos habituais titulares André Ferreira, Rúben Dias e Aurélio Buta, uma vez que não conseguia sair da zona defensiva.

Passados 10 minutos, o União da Madeira voltou a abanar as redes dos 'encarnados', mas, desta vez, por intermédio de Cédric Amissi. O extremo do Burundi beneficiou do corte infeliz de João Escoval, que, ao tentar cortar, fez a assistência para o segundo dos visitantes.

Só em cima do tempo de descanso Diogo Gonçalves deu o primeiro aviso da equipa da casa, depois de atirar a bola a rasar a barra na cobrança de um livre direto.

O segundo tempo foi menos emotivo, com o União a jogar com o resultado, tendo diminuído o ritmo competitivo e optando por dar a iniciativa ao Benfica B.

Contudo, foram os madeirenses que voltaram a marcar e a colocar um ponto final na discussão do resultado. Um centro 'teleguiado' de Nuno Viveiros para o 'coração' da grande área foi correspondido com um cabeceamento eficaz de N'Sor (62).

Até final, ainda houve tempo para N"Sor bisar na partida, ao aproveitar uma defesa incompleta de Zlobin, que esteve em destaque pela negativa nos golos consentidos.

Esta vitória coloca o União da Madeira na quarta posição da tabela, com 53 pontos, enquanto a equipa de Hélder Cristóvão cai para o sétimo posto, com 50.

Jogo realizado no Caixa Futebol Campus, no Seixal.

Benfica B - União da Madeira: 0-4.

Ao intervalo: 0-2.

© Filipe Amorim/Global Imagens

Marcadores:

0-1, Luís Carlos, 21 minutos.

0-2, Cédric Amissi, 31.

0-3, N'Sor, 62.

0-4, N"Sor, 86.

Equipas:

- Benfica B: Zlobin, Pedro Amaral, Ferro, João Escolval, Yuri Ribeiro, Pêpê (João Félix, 46), Dálcio Gomes, Jota (Gedson, 39), Diogo Gonçalves, Heriberto (Romário Baldé, 68) e José Gomes.

(Suplentes: Fábio Duarte, Romário Baldé, Florentino Luís, João Felix, Hélder Baldé, Gedson e Simón Ramírez).

Treinador: Hélder Cristovão.

- União da Madeira: Nilson, Tiago Ferreira, Rúben Lima, Genseric Kusunga, Tiago Moreira, Sérgio Marakis, Luís Carlos (Roniel, 86), Nuno Viveiros (Rodrigo Henrique, 81), Mica Silva (Gian Martins, 71), Cédric Amissi e N'Sor.

(Suplentes: Tony Batista, Roniel, Luís Tinoco, Jaime Simões, Luan Santos, Rodrigo Henrique e Gian Martins).

Treinador: Jorge Casquilha.

Árbitro: Luís Máximo (Castelo Branco).

Ação disciplinar: nada a assinalar.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon