Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Benfica em contrarelógio para contratar um guarda-redes

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/07/2017 Ana Proença

Luís Filipe Vieira quer ter um novo "keeper" até à partida para o estágio em Inglaterra, dia 22, altura em que espera já ter também na sua posse a avaliação de Rui Vitória a Bruno Varela

O reforço da baliza está a ser a principal dor de cabeça dos responsáveis encarnados, devido à venda de Ederson mas também aos problemas ocorridos com a contratação de André Moreira e, em paralelo, com a avaliação que a equipa técnica fez a este jovem e também a Bruno Varela. Sem garantias de ter um elemento que possa disputar a titularidade com Júlio César, e segundo O JOGO apurou, Luís Filipe Vieira já deu indicações para que fosse intensificada a prospeção de mercado no que respeita aos guarda-redes, com o presidente das águias a definir o dia 22, da partida para o estágio em Inglaterra, como data-limite para garantir o reforço desta posição.

A análise de nomes referenciados e ao alcance da bolsa encarnada já havia começado, como o nosso jornal noticiou, mas foi agora intensificada, principalmente depois da devolução de André Moreira ao Atlético de Madrid. Sem acordo com os colchoneros e perante as dúvidas da equipa técnica em relação à capacidade de o guardião de 21 anos conseguir rivalizar com Júlio César, a decisão passou pela sua saída (ver mais na página 40). Desta forma, falha o teste a que iria ser submetido nos jogos na Suíça, o mesmo que será aplicado pela equipa técnica a Bruno Varela, cujo regresso ao Benfica ainda não dá por garantida a permanência ou, pelo menos, um estatuto de primeira linha. Além do ex-sadino, sobra ainda Paulo Lopes no plantel, ele que recebeu uma proposta da SAD para deixar os relvados e assumir a coordenação da formação de guardiões dos encarnados.

Luís Filipe Vieira e Rui Vitória querem ter uma nova opção no plantel brevemente e esta decisão de avançar para mais um guarda-redes está ainda ligada a Júlio César. O brasileiro partirá sempre na frente, mas as lesões que teve na última época levantam dúvidas quando se aponta a uma temporada longa.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon