Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Benfica quer vencer Estoril-Praia sem pensar para já no Jamor

Logótipo de LusaLusa 27/02/2017 Carlos Manuel Pereira
HUGO DELGADO/LUSA © LUSA / HUGO DELGADO HUGO DELGADO/LUSA

Lisboa, 27 fev (Lusa) - O treinador do Benfica, Rui Vitória, afirmou hoje que tudo fará para que o clube da Luz conquiste a 26.ª Taça de Portugal em futebol, fixando como objetivo a curto prazo o triunfo diante do Estoril-Praia, na meia-final.

Em conferência de imprensa de antevisão ao encontro com os estorilistas, Rui Vitória garantiu que a equipa não vai entrar em campo a pensar no somatório das duas mãos desta fase da prova.

"Sabemos que vão ser dois jogos duros. Não entrámos a pensar nos 180 minutos. Amanhã há um jogo. É para ganhar. Não tem a ver com o Estoril-Praia. É esse o propósito que levaremos a qualquer campo. Vamos lá para ganhar. Não estou cá com a preocupação de ter um palmarés individual. Vou fazer tudo o que estiver ao meu alcance para o Benfica ganhar a 26.ª Taça de Portugal", disse.

Depois de ter vencido, na 14.ª jornada da I Liga, por 1-0, no jogo de estreia de Pedro Gómez Carmona no comando técnico dos adversários, na sequência do despedimento de Fabiano Soares, Rui Vitória alerta para o aumento da qualidade do Estoril-Praia, fruto de um melhor entrosamento da equipa.

"É evidente que, com o tempo que os treinadores vão tendo com a equipa, as ideias vão ficando assimiladas. Hoje tenho a certeza que as ideias estão mais definidas, por isso espero um Estoril-Praia mais forte e que vai lutar, de forma determinada e convicta, para chegar ao Jamor. Como nós queremos", afirmou.

Sem querer levantar a ponta do véu sobre a possibilidade de não fazer alinhar alguns dos jogadores mais utilizados, Rui Vitória garante que irá apresentar uma equipa que irá "obter o rendimento máximo" para o jogo desta terça-feira.

Com o fecho do ‘mercado’ na China e perante as recentes notícias de saída do avançado Mitroglou para este país, o treinador do Benfica reconhece que qualquer jogador do plantel 'encarnado' é passível de ser cobiçado por qualquer clube, mas salienta que o grego integra a convocatória, tal como o atacante brasileiro Jonas.

O Benfica defronta na terça-feira o Estoril-Praia, às 20:15 horas, no Estádio António Coimbra da Mota, na Amoreira, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, com arbitragem de Jorge Ferreira, da associação de Braga.

CYP // PA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon