Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Benfica recebeu primeiro e último troféu de tricampeão

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/03/2017 Ana Proença

Águias receberam uma taça já riscada dos regulamentos e tiveram palavra a dizer nos nomes que lá estão gravados

O troféu de tricampeão nacional entregue esta segunda-feira por Pedro Proença ao Benfica foi o primeiro e último da espécie. Prevista numa alteração regulamentar de 2011, a taça desapareceu entretanto das regras, embora ainda vigorasse, no entender da Liga, durante os três campeonatos ganhos pelas águias, entre 2014 e 2016.

Significa isto que Luís Filipe Vieira recebeu ontem um exemplar único, a não ser que nova remodelação volte a incluí-lo nos regulamentos. Ao que O JOGO apurou, foi mesmo o Benfica - que integra a direção da Liga - a recordar a existência do troféu a Proença, que o foi debatendo com os membros executivos da direção em várias reuniões.

O presidente do Benfica Luís Filipe Vieira(E) acompanhado pelo presidente da LPFP Pedro Proença (D) durante a cerimónia de entrega do Troféu Tricampeão da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) que decorreu no Museu do Benfica Lisboa 06 de março de 2017. ANTÓNIO COTRIM © ANTÓNIO COTRIM O presidente do Benfica Luís Filipe Vieira(E) acompanhado pelo presidente da LPFP Pedro Proença (D) durante a cerimónia de entrega do Troféu Tricampeão da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) que decorreu no Museu do Benfica Lisboa 06 de março de 2017. ANTÓNIO COTRIM

Pendente estava apenas a data de entrega, que ficou sempre à consideração do Benfica, também ouvido a respeito dos nomes a gravar no metal: só os dos jogadores que integraram os três planteis campeões, ou seja, sem menção aos dois treinadores que participaram nas vitórias. Isto é, Jorge Jesus (duas vezes) e Rui Vitória, a fechar o ciclo.

O tema nunca chegou a ser discutido com os membros não executivos da Liga, grupo do qual constam representantes do FC Porto e do Sporting. Em ambos os casos, o troféu de tricampeão foi-nos referido como "desconhecido", ainda que, quando está em causa apenas a aplicação de regulamentos, a direção executiva da Liga, ou seja, os elementos que gerem o dia-a-dia do organismo em todas as vertentes, tenha total liberdade para agir por conta própria.

Em todo o caso, fica a curiosidade: o Benfica recebeu o primeiro e, aparentemente, único troféu de tricampeão nacional. Destes, já não há mais.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon