Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Benfica tratou mal um símbolo do clube e tentou tapar buracos"

Logótipo de O Jogo O Jogo 01/08/2017 Alcides Freire
© Fornecido por O jogo

O campeão olímpico Nélson Évora surpreendeu o mundo do atletismo em outubro de 2016, ao oficializar a troca do Benfica pelo Sporting. Formado na Luz, o atleta não esconde a mágoa pela maneira como diz ter sido tratado do outro lado da Segunda Circular.

"O que aconteceu aconteceu e não me vou prolongar mais sobre isso. O Benfica tratou mal um símbolo do clube e tentou tapar buracos a qualquer custo. Tenho pena de que o estejam a fazer porque existem valores. Não estou a falar do clube, mas de uma pessoa, mas cada um faz o que sabe e o que pode", começou por dizer, em entrevista ao Diário de Notícias.

"Passei os momentos mais importantes da minha carreira no Benfica, sou um atleta formado no Benfica e que foi campeão olímpico [2008, em Pequim]. Podemos ter muitos campeões olímpicos comprados, mas sendo eu da formação e ter atingido o que atingi, era um símbolo do clube. Não se deixa um símbolo fugir da forma como aconteceu. Tenho muitos bons momentos no Benfica, mas vivi esse momento com grande tristeza, não ser tratado como achava que devia ter sido. Por isso, falei em tentar tapar buracos a qualquer custo", acrescentou.


Por fim, Nélson Évora assume estar numa situação económica "mais favorável" mas sublinha que não é o dinheiro que o move. "Falou-se muito das questões económicas, não vou mentir, estou a ganhar muito mais [ri-se]. Para os que ficam com inveja disso, sim, estou a ganhar muito mais do que quando estava no Benfica. Mas não é o dinheiro que me move e posso dizer-lhe uma coisa: fiz mais dinheiro quando estive lesionado, em 2012-2013 do que enquanto atleta. Tenho mais tempo para trabalhar, para aceitar propostas de marketing e de publicidade. A questão Benfica-Sporting nunca foi monetária, as pessoas podem duvidar, mas o que pensam para mim é igual, durmo da mesma forma, estou de consciência tranquila. Os que mais pensam em dinheiro são os que menos ganham nesta vida", concluiu.

O melhor do MSN em qualquer dispositivo


AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon