Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Benfica vai colocar quase 10 milhões de euros a rodar

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/05/2017 Hugo Monteiro
© Gustavo Bom/Global Imagens

Os sérvios Saponjic e Jovic ainda não justificaram o elevado investimento encarnado e estão de saída da Luz.

As contratações dos avançados sérvios Luka Jovic e Ivan Saponjic custaram aos cofres encarnados perto de dez milhões de euros, valor que até agora não tem tido reflexo compatível no desempenho desportivo desta dupla de 19 anos. A SAD do Benfica pretende assim colocar ambos a rodar, de forma a tentar uma valorização que permita recuperar um investimento, pelo menos até agora, longe de atingir as expectativas desejadas.

No que respeita a Jovic, que se apresentou na Luz vindo do Estrela Vermelha, houve um investimento total de 6,6 milhões de euros, divididos entre o clube sérvio (2,2 Meuro) e o Apollon Limassol (restante verba). Nas duas épocas passadas no Benfica, o avançado cumpriu meros 14 minutos em duas partidas da I Liga; na equipa B, alinhou em 17 encontros, fazendo quatro golos, somando 2015/16 e 2016/17. Jovic já tem a sua situação resolvida, sendo cedido por duas temporadas aos alemães do Eintracht Frankfurt, clube que ficou com opção de compra.

Quanto a Saponjic, também apontado como um dos atacantes mais promissores do futebol da Sérvia (tal como Zivkovic, sagrou-se campeão do Mundo sub-20 em 2015), o Benfica procura solução para valorizar o atleta. Segundo informação oficial, a SAD encarnada investiu três milhões de euros no atacante aquando da sua saída do Partizan. Mesmo sem ter chegado ao plantel de Rui Vitória, o avançado de 19 anos até teve duas passagens na equipa B melhores do que o compatriota. Mas, mesmo assim, esta última época teve uma prestação pior do que na de estreia: em 2015/16 apontou cinco golos em 18 jogos, enquanto nesta última apenas assinou dois tentos em 24 desafios. Com contrato até 2021, está previsto que o jovem camisola 26 siga nos próximos dias destino parecido ao de Jovic.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon