Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Benfica venceu no Dragão, na lotaria, e está na final

Sportinveste 27/04/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Benfica passou seis das 11 eliminatórias após 2-1 na Luz © Sportinveste Multimédia Benfica passou seis das 11 eliminatórias após 2-1 na Luz

Uma semana depois de se ter sagrado campeão português, o Benfica visitou o Estádio do Dragão e carimbou a sua quinta passagem à final da Taça da Liga, depois de ter vencido, este domingo, o FC Porto nas grandes penalidades (3-4), após o nulo no tempo regulamentar.

Tendo em conta a segunda mão das meias-finais da Liga Europa, que será disputada esta quinta-feira, em Turim, Jorge Jesus fez várias alterações no onze. Steven Vitória integrou o quarteto defensivo e Ivan Cavaleiro jogou desde o início no meio-campo encarnado. Lima e Cardozo formaram a dupla atacante.

Com 26.109 pessoas nas bancadas, cerca de 350 adeptos encarnados gritavam "Campeões, campeões!" para a equipa rival. A Taça da Liga era o único troféu que o FC Porto podia vencer esta temporada e o treinador Luís Castro apostou na sua melhor equipa, com Maicon a fazer dupla com Mangala no eixo da defesa.

Aos 21 minutos de jogo, Jackson Martínez já contabilizava duas oportunidades claras de golo falhadas, demonstrando que continua 'de costas viradas' para a baliza dos adversários.

Depois do mau momento do avançado colombiano foi a vez de o belga Defour falhar com a baliza de Oblak.

Perto da meia hora, o Benfica ficou reduzido a dez elementos depois de Steven Vitória ter visto o cartão vermelho direto ao fazer falta sobre Jackson perto da grande área. Na conversão do livre, Quaresma enviou a bola por cima da baliza dos encarnados.

Com a saída forçada de Vitória do Benfica, Jorge Jesus foi obrigado a mexer e fez sair Lima para a entrada de Garay, alteração a pensar na Liga Europa.

No segundo tempo, já com Quintero na equipa do FC Porto e Markovic do Benfica em campo, os Dragões dominaram o meio-campo, perante um Benfica decidido a defender tudo. Apesar da superioridade numérica, o FC Porto estava menos perigoso do que na primeira parte.

Luís Castro lançou Ghilas e Ricardo, e Jorge Jesus apostou em Enzo Perez nos instantes finais do tempo regulamentar.

Terminados os 90 minutos e sem golos no Estádio do Dragão, o segundo finalista da Taça da Liga teve de ser encontrado através da marca das grandes penalidades. Aqui, Garay e André Gomes falharam para o Benfica, enquanto Jackson, Maicon e Fernando não conseguiram marcar para o FC Porto.

A final da Taça da Liga 2013/2014 está agendada para 07 de maio, às 20h30, em Leiria. Tendo o Rio Ave como adversário, o Benfica tentará conquistar a prova pela quinta vez, depois de quatro triunfos.

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon