Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Benzema começa a perder a paciência e atira: "Não sou culpado"

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/03/2017 Hugo Monteiro

Internacional francês Karim Benzema, afastado da seleção francesa desde outubro de 2015, disse que se sente "injustiçado" por não ter "uma explicação" para ficar de fora das opções de Didier Deschamps.

O futebolista internacional francês Karim Benzema, afastado da seleção francesa desde outubro de 2015, disse que se sente "injustiçado" por não ter "uma explicação" para ficar de fora das opções de Didier Deschamps. "Sinto-me injustiçado porque não tenho uma explicação", afirmou o avançado do Real Madrid à estação de rádio francesa RMC, na qual disse querer ter "uma conversa com o selecionador" para esclarecer a ausência do grupo.

"É duro [não ser chamado] quando jogamos num clube grande. Eu gosto de futebol, de jogos grandes, e a seleção disputa jogos a um nível muito alto", acrescentou o francês, que apontou 27 golos pela seleção principal francesa.

O jogador, de 29 anos, cumpriu 81 internacionalizações antes de ser afastado pela Federação francesa (FFF) na sequência do envolvimento no escândalo de alegada chantagem do colega de seleção Mathieu Valbuena.

"Se estamos a falar de assuntos extra-desporto, sobre a história com Valbuena, não sou culpado, paguei e acho que já está tudo bem", comentou o jogador dos merengues, que quer falar com Deschamps para "perceber por que dura o afastamento". "Faço essa questão a mim mesmo todos os dias", resumiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon