Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Birmânia eleva a 89 número de mortos em ataque da minoria rohingya na sexta-feira

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/08/2017 Administrator

As autoridades da Birmânia elevaram hoje a 89 o número de mortos pelos ataques da minoria muçulmana rohingya na sexta-feira contra postos da polícia e do exército, informou hoje a imprensa estatal.

Os mortos são 77 rebeldes, q0 polícias, um soldado e um guarda fronteiriço, segundo o diário Global New Light of Myanmar, que acrescentou que outros 11 membros das forças de segurança ficaram feridos.

Os ataques começaram na madrugada de sexta-feira e estenderam-se durante várias horas, com ataques a cerca de 30 controlos da polícia, postos fronteiriços e militares nos municípios de Maungtaw, Buthidaung e Yathedaung, na fronteira com o Bangladesh.

Os rebeldes atacaram os homens armados com facas, machados e outras armas artesanais, segundo imagens divulgadas pelas Forças Armadas.

O governo da Birmânia informou na sexta-feira, em comunicado, que cerca de 150 rebeldes participaram neste ataque, contra postos perto da fronteira com o Bangladesh.

O ataque teve lugar um dia depois de uma comissão, liderada pelo ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan, ter apresentado ao governo birmanês um relatório com recomendações para pôr fim à violência em Rakhine e promover o desenvolvimento da região.

Mais de um milhão de rohingya vivem no estado de Rakhine, onde sofrem uma crescente discriminação desde o surto de violência sectária que provocou, em 2012, pelo menos 160 mortos e deixou ainda aproximadamente 120 mil membros daquela comunidade confinados em 67 campos de deslocados, onde vivem diversas restrições, nomeadamente privação de movimentos.

As autoridades birmanesas não reconhecem cidadania aos rohingya -- minoria apátrida considerada pelas Nações Unidas como uma das mais perseguidas do planeta.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon