Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

'Bis' de Ronaldo e inspiração de William e Quaresma em nova goleada de Portugal

Logótipo de LusaLusa 13/11/2016
MÁRIO CRUZ/LUSA © LUSA / MÁRIO CRUZ MÁRIO CRUZ/LUSA

Faro, 13 nov (Lusa) - A seleção portuguesa de futebol, com um ‘bis’ de Cristiano Ronaldo, manteve-se hoje na luta pelo apuramento direto para o Mundial2018 após golear a Letónia, por 4-1, num jogo em que William Carvalho e Quaresma também foram determinantes.

Perante 20 mil pessoas no Estádio Algarve, em jogo da quarta jornada do Grupo B, Ronaldo marcou aos 28 e 85 minutos, o primeiro de grande penalidade, William Carvalho assinou o seu primeiro golo pela formação das ‘quinas’, aos 69. Bruno Alves fechou a contagem aos 90+2.

A Letónia ainda assustou quando Zjuzins, aos 67 minutos, igualou a partida, num jogo em que Portugal, mesmo sem deslumbrar, foi dominante e em que se deu ao luxo de desperdiçar uma penalti, por Ronaldo, aos 59.

O ‘capitão’ da seleção lusa, que alcançou os 68 golos e marcou pela sexta vez consecutiva no Estádio Algarve, destacou-se pelos golos, mas também William Carvalho e Quaresma foram decisivos no terceiro triunfo consecutivo no Grupo B.

Além da estreia a marcar, o médio do Sporting foi ‘gigante’ no centro do terreno e na procura da bola, lançando quase sempre bem Portugal no ataque.

Por seu lado, Quaresma, que rendeu Nani aos 65 minutos, fez a assistência para o golo de William e para o ‘bis’ de Ronaldo, ambos com cruzamentos certeiros.

Portugal continua a três pontos da Suíça e na luta pelo apuramento direto para o próximo Campeonato do Mundo, que vai decorrer na Rússia, depois de vencer um adversário que no Algarve apresentou um ‘autocarro de dois andares’, com um bloco defensivo composto pelos 10 jogadores de campo, que estavam praticamente proibidos de ultrapassar o seu meio-campo.

Quando Ronaldo inaugurou o marcador aos 28 minutos, num lance a castigar falta de Freimanis sobre Nani na área, Portugal já tinha atirado várias à baliza letã, mas sempre fora da área e sempre à figura do guarda-redes rival.

O penalti do avançado português acabou por ser a ‘chave’ que abriu a defensiva da Letónia, que até esse momento se tinha fechado completamente na área, não dando qualquer espaço a jogadores como André Silva e ao próprio Ronaldo.

A verdade é que, com Portugal em vantagem, a Letónia começou a tentar trocar mais a bola, mas William Carvalho foi ‘rei’ na luta do meio-campo, não só na recuperação, mas também a tapar algumas perdas infantis de André Gomes.

Na segunda parte, a Letónia apareceu algo mais solta e com as suas unidades mais avançadas no terreno, mas Portugal continuou dominante e só não reforçou a vantagem porque Ronaldo acertou no poste esquerdo da baliza de Vanins.

Cinco meses depois de ter falhado um penalti no Euro2016, num jogo frente à Áustria (0-0), em Paris, o capitão da seleção lusa voltou a enviar com estrondo a bola aos ‘ferros’.

Pouco depois, aos 67 minutos, o inesperado aconteceu. Na segunda vez em todo o jogo que a Letónia conseguiu chegar área portuguesa, Zjuzins aproveitou um mau alívio e, já dentro da área, ‘fuzilou’ Rui Patrício.

Subitamente, a vitória, obrigatória, estava em risco, mas a reação portuguesa acabou por ser rápida, com William Carvalho a marcar o seu primeiro golo por Portugal, no seu 29.º encontro.

O jogador do Sporting, que deu início à jogada, apareceu com convicção dentro de área e, de cabeça, recolocou Portugal em vantagem, após centro da Quaresma.

O extremo do Besiktas deu mais intensidade à equipa e a seleção, também já com Gelson Martins em campo, acabou por aumentar a velocidade até final da partida, marcando mais dois golos e criando várias oportunidades.

Novamente com Quaresma na jogada, Ronaldo bateu Vanins com um tiro de primeira, aos 85 minutos, e podia ter mesmo terminado o jogo com um ‘hat-trick’, tal foram as oportunidades que protagonizou até ao apito final.

Já nos descontos, Bruno Alves, que apareceu no lugar o castigo Pepe, completou a goleada com um cabeceamento certeiro a centro de Raphael Guerreiro.

LG // PA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon