Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Boavista aposta em Trofimov, um top 10 do Giro vítima do caso "sem-papéis"

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/10/2017 Hugo Monteiro
© Reprodução/Facebook da Rádio Popular Boavista

O russo de 33 anos foi 10.º no Giro e 14.º no Tour, mas no ano passado não correu por não ter... papéis

De qualidade WorldTour, Yuri Trofimov chega à RP-Boavista, após cinco anos na Katusha (2011-2015), uma época na Tinkoff (2016) e o ano de 2017 contratado pela Caja Rural, pela qual nunca chegou a correr.

O caso ficou conhecido em Espanha como o "sem-papéis", forma utilizada pelo diário "Marca" para descrever a sua história: a residir em Alicante, Trofimov assinou pela equipa espanhola depois do fim da Tinkof; mas, ao ter de apresentar os papéis de residência para obter a licença de trabalho, a equipa deu-se conta de que o russo vivia no país sem papéis. Para cumprir com o processo legal, Trofimov solicitou ao seu país natal o registo criminal - necessário para obtenção de residência - o qual nunca chegou às suas mãos, impedindo-o de correr pela esquadra navarra. Nas equipas russas esse problema nunca se colocou, tendo-se destacado ao ser 10.º no Giro de 2015 e 14.º no Tour de 2014.

Na presente época, venceu pela seleção russa a prova Five Rings of Moscow. Agora vem completar o plantel dos axadrezados, juntando-se a um ex-companheiro na Katusha, Egor Silin, e a Manuel Sola, Óscar Pelegrí, David Rodrigues, Domingos Gonçalves, Filipe Cardoso, João Benta e Luís Gomes.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon