Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Boavista prevê “jogo equilibrado” frente a Marítimo com “outro andamento”

Logótipo de LusaLusa 18/08/2017 Antonio Moura

Porto, 18 ago (Lusa) - O treinador do Boavista disse hoje que o Marítimo está "com outro andamento", mas, apesar disso, anteviu um "jogo equilibrado" entre as duas equipas, na terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol, no domingo, às 20:15.

Na conferência de imprensa realizada no Estádio do Bessa, Miguel Leal admitiu que os desaires sofridos nas duas primeiras jornadas, fora com o Portimonense (2-1) e em casa com o Rio Ave (1-2), causaram "alguma tristeza" no plantel ‘axadrezado’.

"Mas de ontem para hoje melhorou significativamente, porque já estamos completamente focados nesse jogo. O que está para trás já foi analisado e o que conta é o que está para a frente. No passado não podemos mexer, podemos aprender com ele e sinto a equipa a ganhar confiança novamente e a crescer", acrescentou.

O Boavista acabou de garantir uma nova opção para o ataque, o cabo-verdiano Kuca, ex-Arouca, que, porém, "não será opção, claramente, porque não pode".

"Se chegou, será para acrescentar e temos que estar contentes por isso. Mas continuo a dizer que com o que temos estamos tranquilos e podemos contar eles, porque vamos fazer um campeonato tranquilo", reafirmou Miguel Leal.

Questionado sobre se conta ainda com mais reforços, o treinador respondeu estar “claramente satisfeito” com o grupo que tem.

"Acredito piamente que nós, com este plantel, fazemos um bom campeonato. Agora, até 31 de agosto, tudo pode acontecer. Não é só no Boavista, é em todos os clubes. É importante sentir que quem cá está é suficiente para fazer um campeonato dentro do que esperamos, embora tenhamos começado menos bem", reforçou.

O técnico considerou que o Boavista perdeu os dois primeiros encontros devido a "algumas desatenções" que foram "demasiado penalizadoras" e concluiu que "isso é normal" quando as equipas estão a ser construídas

Miguel Leal crê que um resultado positivo ajudará o Boavista a entrar no trilho certo e que tal pode ocorrer "já no domingo".

O treinador entende também que o Marítimo não será afetado pelo jogo que efetuou na quinta-feira, com o Dínamo de Kiev (0-0), para a Liga Europa, porque "é uma equipa com outro andamento, com mais jogos e mais treinos" do que o Boavista.

"Será um jogo equilibrado. Não vejo grandes diferenças entre as equipas e, portanto, vamos jogar pelo jogo, claramente, respeitando muito o adversário", completou, afirmando esperar "o melhor Marítimo".

JOSÉ COELHO/LUSA © LUSA / JOSÉ COELHO JOSÉ COELHO/LUSA

Miguel Leal disse também que a meta pontual fixada para a primeira volta, a qual não revelou, continua a ser possível e explicou que o Boavista dividiu o seu percurso "em ciclos" de jogos.

"Ainda é possível fazer os pontos que estavam estabelecidos" para o primeiro ciclo, que irá até à receção ao campeão nacional, Benfica, na sexta jornada.

O treinador comentou ainda a opinião de que este Boavista tem mais vontade e garra do que cérebro, sustentando que "quando as equipas estão a ser formadas, isso é uma característica mais evidente".

"O que dizer é que as minhas equipas são todas organizadas e muito cerebrais, todas. Com o tempo, acabam todas por ficar assim. Se isso fosse verdade, a médio prazo isso ficará resolvido, não tenho dúvidas", afirmou.

O defesa central Henrique, que saiu com queixas do jogo com o Rio Ave, e o médio Fábio Espinho, que já esta semana teve um problema físico, estão ainda em dúvida, o mesmo sucedendo com o atacante peruano Iván Bulos, que tem estado lesionado.

O Marítmo-Boavista, da terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol, joga-se domingo, às 20:15, com arbitragem de Luís Godinho, da Associação de Futebol de Évora.

AYM // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon