Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bolsa de Lisboa em alta com Pharol a subir mais de 2,40%

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/07/2017 Administrator

A bolsa de Lisboa estava hoje em alta, com as ações da Pharol a subirem 2,41% para 0,34 euros.

Cerca das 08:55 em Lisboa, o principal índice, o PSI20, estava a subir 0,53% para 5.242,83 pontos - com 12 'papéis' a valorizarem-se, quatro a descerem e três inalterados -, depois de ter subido em 19 de junho até aos 5.330,60 pontos, um máximo dos últimos 18 meses.

Além dos 'papéis' da Pharol, os da Sonae e da Jerónimo Martins eram dos que mais subiam, estando a avançar 1,55% para 0,985 euros e 1,35% para 17,62 euros.

Em sentido inverso, as ações da EDP eram as que mais desciam, estando a cair 0,28% para 6,875 euros.

As unidades de participação da Caixa Económica Montepio Geral estavam a cair 0,10% para 0,992 euros, abaixo do preço de um euro da Oferta Pública de Aquisição (OPA).

Em 04 de julho, o Montepio Geral -- Associação Mutualista anunciou que pretende lançar uma OPA sobre a Caixa Económica Montepio Geral (CEMG), oferecendo um euro por unidade, sendo o valor total da oferta de 106 milhões de euros.

O Montepio Geral -- Associação Mutualista diz no anúncio da OPA ser sua intenção promover o mecanismo de perda da qualidade de sociedade aberta (saída de bolsa), na sequência da transformação da CEMG em sociedade anónima, "cuja conclusão deverá ocorrer em momento posterior próximo ao encerramento" desta oferta.

Na Europa, as principais bolsas estavam mistas, depois da bolsa nova-iorquina ter fechado em novos máximos de sempre, sustentada pelas declarações da presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed), Janet Yellen, na Comissão de Serviços Financeiros da Câmara dos Representantes do Congresso, que indicam que as taxas de juro continuarão a subir gradualmente nos próximos anos.

Entretanto, a agenda macroeconómica inclui hoje a divulgação da taxa de inflação em vários países.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a subir para 1,1447 dólares, contra 1,1417 dólares na quarta-feira.

O barril de petróleo Brent, para entrega em setembro, abriu hoje em baixa, a cotar-se a 47,60 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 0,29% do que no encerramento da sessão anterior.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon