Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bolt minimiza retirada de medalha e diz que o importante é concentrar-se no futuro

Logótipo de LusaLusa 01/02/2017 Alexandra Oliveira
FRANCK ROBICHON/EPA © EPA / FRANCK ROBICHON FRANCK ROBICHON/EPA

Melbourne, Austrália, 01 fev (Lusa) – O jamaicano Usain Bolt minimizou hoje a retirada de uma medalha olímpica de ouro, por doping de um dos seus companheiros da estafeta 4x100 metros, considerando que o importante é concentrar-se no futuro.

“Inicialmente fiquei desapontado, é óbvio, mas estas coisas acontecem”, afirmou o jamaicano, que perdeu um dos seus nove títulos olímpicos devido a um teste antidoping positivo do compatriota Nesta Carter nos Jogos Olímpicos Pequim2008, à chegada ao aeroporto de Melbourne.

Bolt disse não estar triste, ficando agora à espera “para perceber o que dá o recurso do Nesta [Carter]”.

“Desisti da minha medalha, quero concentrar-me no futuro” disse o atleta, que no sábado vai participar num ‘meeting’ na Austrália.

O velocista, que venceu os 100, 200 e 4x100 metros em Pequim2008, Londres2012 e Rio2016, garantiu ainda que esta situação não faz esquecer tudo o que já fez na sua carreira.

Além de Bolt e Nesta, integravam a estafeta 4x100 metros, que foi desqualificada depois de uma reanálise da amostra recolhida em Pequim2008, Asafa Powell e Michael Frater.

AO (NFO) // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon