Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bombeiros e polícia angolana preocupados com o mau uso de combustíveis em Viana

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/09/2017 Administrator

Serviços de bombeiros e Polícia Nacional angolana juntaram-se hoje, no município de Viana, arredores de Luanda, para abordar os riscos no transporte, armazenamento e manuseamento de combustíveis, causa de morte de muitas pessoas, divulgou o administrador local.

A situação foi relatada à imprensa pelo administrador municipal adjunto de Viana para a Área Técnica e Infraestruturas Comunitárias, Fernando Binge, no final do encontro em que participaram responsáveis de bombas de combustível, nomeadamente da petrolífera estatal Sonangol, da Pumangol e representantes de empresas transportadoras de combustíveis.

Fernando Binge, citado pela agência noticiosa angolana, Angop, referiu que o mau manuseio de combustíveis no populoso município de Viana, nomeadamente gasóleo, petróleo iluminante, lubrificantes e óleos tem causado preocupações às autoridades locais.

Segundo o responsável, há pessoas que compram combustíveis em tambores, que conservam em casa e o comercializam em bidons e garrafões, atividade exercida por crianças, que muitas vezes utilizam candeeiros a petróleo para a iluminação do local de venda à noite, originando incêndios que "têm causado a morte a muita gente".

O objetivo do encontro, de acordo com Fernando Binge, foi os serviços de bombeiros sensibilizarem sobre os perigos dos produtos inflamáveis quando mal utilizados.

A mesma preocupação com esta situação foi manifestada pelo diretor pedagógico da Escola Nacional de Bombeiros, Daniel Domingos, relativamente à transportação de derivados de petróleo em diversas estradas de Viana e outras, porque "têm colocado em risco a vida de milhares de pessoas".

Daniel Domingos referiu que muitos dos camiões circulam sem as devidas placas de sinalização para indicar que transportam combustível, fazem-no em horas de ponta, violando a regulamentação internacional, que orienta para o correto exercício desta atividade.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon