Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bondarenko e Barshim prosseguem "duelo" na altura, 2,42 metros em Nova Iorque

Logótipo de LusaLusa 15/06/2014 Filipe Bravo

Nova Iorque, 15 jun (Lusa) - O ucraniano Bohdan Bondarenko e Mutaz Essa Barshim, do Qatar, passaram ambos 2,42 metros no salto em altura do meeting de atletismo de Nova Iorque, no sábado, atacando depois sem sucesso o recorde mundial.

Há 20 anos que não havia dois homens a saltar aquela marca no mesmo concurso e a atacar, a 2,46, o recorde mundial, na posse do cubano Javier Sotomayor desde 1993 (2,45).

Desta vez, ganhou Bondarenko, o campeão do mundo, igualou o recorde europeu, do sueco Patrick Sjoberg desde 1987.

PETER FOLEY/EPA © @ EPA / PETER FOLEY PETER FOLEY/EPA

Barshim, o vice-campeão mundial, bateu por um centímetro o seu próprio recorde de Ásia e partilha com o rival a liderança europeia do ano, que estava na posse do russo Ivan Ukhov (2,41).

Mais quatro máximos mundiais do ano caíram no meeting da Liga Diamante de Nova Iorque, com especial destaque para os 4,80 da brasileira Fabiana Murer, a regressar de novo à ribalta, relegando para plano secundário a recordista mundial, a norte-americana Jennifer Suhr, e a cubana Yarislei Silva.

Mesmo sem Usain Bolt e com Yohan Blake em má forma (segundo nos 100 metros), a Jamaica festejou com os 19,82 de Warren Weir nos 200 metros.

Os sprinters da ilha dominaram bem com "dobradinhas" os 100 metros (Nesta Carter e Yohan Blake) e os 200 (Warren Weir e Nickel Ashmeade).

O porto-riquenho Javier Culson ganhou os 400 metros barreiras em 48,03 e a alemã Linda Stahl triunfou no dardo em 67,32.

FB // PA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon