Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Brahimi: "Estavam em causa a honra e o orgulho"

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/05/2017 Ana Proença
© Ivan Del Val / Global Imagens

Argelino admitiu que foi difícil jogar sabendo que o Benfica já tinha festejado o título, mas enalteceu a postura da equipa e também dos adeptos

Brahimi foi um dos jogadores do FC Porto que se destacaram no triunfo perante o Paços de Ferreira. O argelino apontou o sétimo golo esta temporada, aumentando para 27 os remates certeiros alcançados com a camisola portista ao longo de três épocas, e falou de um triunfo justo mas, ao mesmo tempo, algo triste, como se percebeu pelo seu semblante enquanto falava ao Porto Canal.

"É muito complicado jogar numa altura destas [com o título de campeão nacional já na posse do Benfica]. Tínhamos de jogar e ganhar pelo orgulho e pela honra; era isso que estava em causa", referiu o avançado, agradado com o comportamento da equipa, ainda mais depois de o Paços de Ferreira ter inaugurado o marcador.

"Era importante acabar bem a época nos jogos em casa. Creio que reagimos muito bem depois do golo do Paços, conseguindo ganhar por 4-1", completou. Apesar de pouco estar em jogo, Brahimi salientou a importância de a equipa ter terminado a época em casa com um triunfo, mantendo assim um registo caseiro de invencibilidade. "Acho que terminámos da melhor maneira possível o nosso trajeto em casa, mesmo depois de termos falhado o objetivo do título de campeão nacional. Este jogo era importante para dar confiança à equipa."

Os dois últimos golos de Brahimi no campeonato foram marcados de grande penalidade, isto numa temporada em que os portistas reclamaram várias decisões dos árbitros. Apesar de o Porto Canal ter mencionado o facto de ontem terem sido marcadas duas grandes penalidades, o argelino preferiu não pegar no assunto: "Não quero falar disso; já falei muitas vezes sobre isso. Ganhámos hoje [ontem] e agora temos de acabar bem o campeonato. Não vamos voltar a falar de penáltis."

Com a deslocação a Moreira de Cónegos na agenda, para o último jogo da temporada do FC Porto, Brahimi reconheceu a importância de a equipa voltar a ganhar e deixou uma mensagem de reconhecimento: "Os nossos adeptos apoiaram-nos até ao fim e temos de lhes agradecer. Por eles, temos de acabar bem a época e ganhar ao Moreirense".

Marcou de penálti e pediu desculpa

Brahimi marcou o segundo golo do FC Porto, o da reviravolta do resultado com o Paços de Ferreira, ainda no decorrer da primeira parte e protagonizou um momento caricato. O internacional argelino não festejou o golo obtido na marcação de uma grande penalidade e, numa altura em que já estava a ser abraçado pelos companheiros, virou-se para trás e fez um gesto com a mão direita a pedir desculpa a Mário Felgueiras, guarda-redes do Paços de Ferreira, que, de resto, não defendeu o remate do portista por muito pouco, tendo ainda tocado na bola.

O melhor do MSN em qualquer dispositivo


AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon