Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Brexit: Barnier admite inquietação e deseja acelerar ritmo das negociações

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/09/2017 Administrator

O chefe negociador da União Europeia para o 'Brexit', Michel Barnier, reiterou hoje a sua inquietação com a forma como decorrem as negociações com o Reino Unido e afirmou-se "pronto a acelerar o ritmo" das discussões.

Numa nova conferência de imprensa na sede da Comissão Europeia, para dar conta do desenrolar das negociações, Barnier afirmou-se "preocupado" com as propostas de Londres para a Irlanda após a saída do Reino Unido do bloco europeu, uma das questões mais "espinhosas" das negociações.

"A solução para a questão da fronteira (entre Irlanda e Irlanda do Norte) deverá ser única. Não pode pré-configurar a futura relação entre UE e Reino Unido", disse, lamentando que Londres queira "utilizar a Irlanda como uma espécie de teste para as futuras relações aduaneiras" com a UE, algo que, assegurou, "não sucederá".

Segundo o negociador chefe da UE, "o Reino Unido quer que a UE suspenda a aplicação das suas leis, a sua união aduaneira, o seu mercado único, o que constituiria uma nova fronteira externa".

"O que vejo dos documentos do Reino Unido sobre a Irlanda e Irlanda do Norte preocupa-me", admitiu.

Face a estas diferenças, que se juntam a muitas outras que têm sido observadas desde o início das negociações, Barnier reiterou o que afirmou há precisamente uma semana, no final da terceira ronda negocial, afirmando-se "inquieto" com o decurso das negociações.

"Tendo em conta o tempo que passa, e esse tempo que passa inquieta-me, estou pronto a acelerar, a intensificar o ritmo das negociações", reafirmou, lembrando que em finais de março de 2019 o Reino Unido deixa a UE, com ou sem acordo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon