Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Brexit: Sem progressos nas questões de base não há avanços nas negociações - Barnier

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/07/2017 Administrator

O responsável da União Europeia (UE) para o 'Brexit', Michel Barnier, defendeu hoje a necessidade de "mais progressos" nas questões de base antes de se avançar nas negociações sobre o futuro das relações entre Londres e UE.

"É preciso que se alcance um progresso suficiente em todas as questões iniciais antes de podermos discutir as relações futuras", disse Barnier, em conferência de imprensa.

As "questões iniciais" prendem-se, nomeadamente, com os direitos dos cidadãos da UE que residem no Reino Unido e que Barnier considera não estarem suficientemente salvaguardados na proposta apresentada no final de junho por Londres.

O reagrupamento das famílias foi um dos exemplos que o negociador chefe da UE apresentou como insuficientes para o bloco europeu.

Em causa estão ainda a falta de acordo sobre a 'fatura' que o Reino Unido terá que pagar para abandonar o bloco europeu e a questão da fronteira da Irlanda.

Sem haver progressos nestas áreas, não poderá ser discutido um futuro acordo comercial entre a UE e Londres.

Barnier lembrou ainda que o prazo de março de 2019 se vai aproximando.

Na sequência do referendo a 23 de junho de 2016, o Reino Unido invocou, a 29 de março último, o artigo 50.º do Tratado de Lisboa que permite a saída de um Estado-membro do bloco europeu.

O 'divórcio' só acontecerá depois de pelo menos dois anos de negociação com os outros 27 Estados-membros da UE.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon