Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Brexit: Terceira ronda negocial termina "sem qualquer progresso significativo" - UE

Logótipo de O Jogo O Jogo 31/08/2017 Administrator

A terceira ronda de negociações entre União Europeia e Reino Unido em torno do 'Brexit', que decorreu entre segunda-feira e hoje em Bruxelas, não registou "qualquer progresso significativo" em torno das principais questões, lamentou o chefe negociador europeu.

Numa conferência de imprensa conjunta com o negociador britânico, David Davis, o chefe negociador da UE, Michel Barnier, lembrou que, na segunda-feira, por ocasião do arranque da terceira ronda negocial, deu conta da sua "preocupação" por o tempo passar depressa para as partes chegarem a um acordo, "de comum interesse", e hoje lamentou que, uma vez mais, não se tenham registado progressos de vulto.

De acordo com Barnier, "o tempo passa depressa, o calendário é apertado, e cada dia que passa aproxima-se da data de saída do Reino Unido da UE, 29 de março de 2018 à meia-noite".

"A questão fundamental à qual é preciso dar uma resposta é saber se nesse dia organizámos bem a saída ordenada do Reino Unido", algo que, depois de mais três dias de negociações, permanece longe de ficar acordado, acrescentou.

"Esta semana houve clarificações úteis sobre diversos pontos, como o estatuto dos trabalhadores fronteiriços, os direitos a nível de segurança social e sobre processos em curso no Tribunal de Justiça, mas não registámos qualquer progresso decisivo sobre os assuntos principais, mesmo que a discussão sobre a Irlanda tenha sido frutuosa", lamentou.

O negociador da UE reiterou que, sob a pressão de um calendário apertado, "ao ritmo atual", ainda falta muito para "constatar progressos suficientes para poder recomendar ao Conselho Europeu que inicie a discussão sobre a futura relação entre o Reino Unido e a UE enquanto se finaliza ao longo do ano de 2018 o acordo de saída".

"Da nossa parte, estamos prontos a intensificar o ritmo das negociações", anunciou.

O negociador britânico, por seu turno, manifestou-se mais satisfeito com as conversações "construtivas" mantidas esta semana, considerando que as mesmas permitiram registar "alguns progressos concretos", mas também admitiu que resta um longo caminho a percorrer.

Lusa(fim

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon