Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno Alves no Rangers com contrato de duas épocas

Logótipo de LusaLusa 31/05/2017 Rita Moura
TIAGO PETINGA/LUSA © EPA / TIAGO PETINGA TIAGO PETINGA/LUSA

Glasgow, Escócia, 31 mai (Lusa) – O defesa central português Bruno Alves, de 35 anos, assinou hoje um contrato de duas épocas com os escoceses do Rangers, equipa treinada por Pedro Caixinha, numa mudança para voltar a ganhar.

“Em quase todos os clubes que joguei ganhei e espero ganhar aqui, pelos adeptos, pelo clube, posso fazê-lo aqui. Tenho a certeza que vai ser uma viagem fantástica”, justificou Bruno Alves nas primeiras declarações como jogador do Rangers.

Já hoje também os italianos do Cagliari tinham anunciado a saída do internacional português, com muitos elogios a Bruno Alves e o desejo do melhor para o central, definindo-o como “um exemplo dentro e fora do campo”.

Bruno Alves disse estar muito contente por se juntar ao Rangers, justificando que o principal motivo da escolha é o desejo que sempre teve em conquistar coisas pelos clubes que passou, o que diz ter conseguido quase sempre.

“Tenho este sentimento e desejo de vencer e penso que a mudança para aqui trará isso de volta à minha carreira”, sublinhou.

Na nota hoje publicada na sua página oficial, o Rangers salienta a vasta experiência do português, quer em clubes, como na seleção e elogia as suas capacidades de liderança no centro da defesa.

“Um jogador com um caráter forte e uma mentalidade ganhadora, Alves começou a sua carreira no FC Porto e esteve emprestado ao Farense, Vitória de Guimarães e AEK Atenas antes de voltar aos ‘dragões’ e comentar a sua posição na primeira equipa”, referem.

Os escoceses historiam ainda o percurso do defesa, desde a ida para o Zenit, por 22 milhões de euros, até às passagens pelo Fenerbahçe e Cagliari.

O Rangers, que terminou o campeonato escocês na terceira posição, terá a sua segunda temporada na principal liga, à qual tinham regressado no último ano.

RPM // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon