Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno de Carvalho assegura que clube rival tentou contratar Coates

Logótipo de LusaLusa 04/02/2017 Joana Carvalho
ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA © LUSA / ANTÓNIO PEDRO SANTOS ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Matosinhos, Porto, 04 fev (Lusa) – O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, afirmou hoje que houve propostas de um clube rival para contratar o futebolista uruguaio Sebastián Coates, que renovou com os ‘leões’ até junho de 2022.

"Vi capas e capas de jornais a dizer que o Coates ia para o rival e o clube em causa nunca fez um comunicado. Nunca disseram nada em relação a isso. Na verdade, tentaram fazer negócio, mas apesar de terem tentado, Coates é nosso jogador até 2022 (...). Quando se é uma instituição de bem não se fazem comunicados depois de os jogadores assinarem, fazem-se antes. Foi uma situação que me fez divertir e nos tempos que correm, infelizmente, não tenho muitos motivos para isso", afirmou Bruno de Carvalho.

Na sexta-feira, o Benfica frisou em comunicado que “nunca esteve interessado na contratação do jogador Coates”.

No almoço que assinalou a inauguração do Núcleo Sportinguista de Matosinhos, o presidente ‘leonino’, a poucas horas do ‘clássico' frente ao FC Porto, no Estádio do Dragão, criticou a arbitragem no empate no terreno do Marítimo (2-2), da 18.ª jornada da I Liga.

"O Sporting foi gravemente prejudicado pelo fora de jogo mal assinalado que nos impediu de somar os três pontos. A única coisa que exigimos é que nos respeitem. O Sporting é o clube que continua a ser mais prejudicado e o Conselho de Arbitragem não está a fazer nada", afirmou Bruno de Carvalho.

O dirigente reiterou que o Sporting tem sido prejudicado e exige "respeito", pedindo que o uso do" vídeo-árbitro se torne uma realidade, à semelhança do que vai acontecer em Espanha já na próxima época".

Ainda assim, Bruno de Carvalho disse acreditar que o clube está no caminho certo e que a postura é bastante diferente da do passado.

"Deixámos de ser um clube acomodado e conformado. Neste momento já não sobrevivemos, mas vivemos e queremos ganhar. Já nos sentimos frustrados quando não conseguimos ganhar", atirou ainda.

Sobre o jogo desta noite frente ao FC Porto, no Estádio do Dragão, o presidente dos ‘leões' admitiu, em tom de brincadeira, que não quer que "os três pontos cheguem a bom porto", quer antes "que vão para Alvalade".

JYA // JP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon