Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno de Carvalho espera Sporting “campeão” no final da época

Logótipo de LusaLusa 25/10/2016 Nuno Ferrão
MÁRIO CRUZ/LUSA © LUSA / MÁRIO CRUZ MÁRIO CRUZ/LUSA

Lisboa 25 out (Lusa) - O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, manifestou hoje a sua esperança na conquista do título nacional de futebol, na cerimónia de lançamento do “Almanaque do Leão”, da autoria do jornalista Rui Miguel Tovar.

Na Loja Verde do Estádio José Alvalade, o líder ‘leonino’ enfatizou a “altura importante” em que esta obra é lançada, apesar da formação de Jorge Jesus estar a atravessar um momento menos positivo, ao cair para o terceiro lugar da I Liga.

“É um livro que é lançado numa altura importante, boa, uma altura em que realmente o Sporting tem de olhar para a sua história, tem de olhar para a sua realidade, tem de ter orgulho na mesma. Olhamos com muita alegria e muita esperança para o nosso futuro”, afirmou Bruno de Carvalho.

Com a promessa de uma reedição da obra já em maio, o presidente do clube de Alvalade ‘aconselhou’ os responsáveis a contar com a conquista do título pelos ‘leões’. “Os nossos resultados vão começar a ser certinhos, mas se em maio vai fazer já um novo lançamento, eu aconselho uma sobrecapa em que se põe ‘O Almanaque do Campeão’, que é para isso que nós todos vamos lutar dentro e fora do campo”.

O presidente do Sporting reiterou ainda que a conquista do título nacional de futebol, que escapa aos ‘leões’ desde 2001/02, será “um capítulo muito importante” para a história do clube.

Depois de reivindicar recentemente que o Sporting detinha 22 títulos de campeão nacional, ao invés dos 18 historicamente atribuídos aos ‘leões’, Bruno de Carvalho acabou por apadrinhar o lançamento do “Almanaque do Leão”, que contabiliza apenas 18 títulos oficiais em vez dos 22 por si reclamados com a inclusão do Campeonato de Portugal, disputado nas primeiras décadas do século XX.

“Neste livro estão 18 títulos. O Campeonato de Portugal, apesar da designação de campeonato, era uma prova disputada por eliminatórias e, por isso, é a antecessora da Taça de Portugal. Mas seria bom a Federação tomar uma posição definitiva, pois houve outras equipas a ganhar. Não foi só o Sporting. O Benfica também ganhou, o Marítimo, a Olhanense”, esclareceu Rui Miguel Tovar.

JYGO // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon