Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno de Carvalho lamenta que Benfica esteja "refém das suas claques ilegais"

Logótipo de LusaLusa 22/04/2017 Ana Marques Gonçalves
ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA © LUSA / ANTÓNIO PEDRO SANTOS ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Lisboa, 22 abr (Lusa) – Bruno de Carvalho lamentou hoje a recusa de Luís Filipe Vieira de assistir ao dérbi de futebol, entre Sporting e Benfica, na tribuna do estádio de Alvalade, considerando que o clube rival está “refém das suas claques ilegais”.

“Tenho que lamentar que uma grande instituição como o Benfica esteja refém das suas claques ilegais e que o seu presidente não tenha a coragem de alterar esta situação. O convite tinha um intuito, eu se o tivesse recebido, e provavelmente não o receberia nos mesmos moldes [...] aceitaria a bem do futebol. Quando nos damos desculpas por formas e não por conteúdos, está tudo dito”, disse o presidente do Sporting, em declarações difundidas na televisão do clube.

Numa missiva enviada a Vieira, Bruno de Carvalho convidou o seu congénere benfiquista para assistir ao dérbi de hoje, marcado para as 20:30 no estádio de Alvalade, em Lisboa, na tribuna VIP, antes de lhe pedir para que “finalmente se demarque de forma pública e sem reservas de criminosos e de claques ilegais”.

Numa carta endereçada ao presidente ‘leonino’, a que a Lusa teve acesso, Luís Filipe Vieira recusou o convite, explicando que hoje, “num momento que requer de todos o máximo cuidado e rigor e em que um lamentável acontecimento ocorre”, o ‘líder’ do Sporting “promove um convite com pressupostos acusatórios que obviamente é a forma errada de se apelar ao bom senso, moderação e são convívio entre todos”.

Um homem de 41 anos, de nacionalidade italiana, morreu esta noite na sequência de um atropelamento e fuga junto ao Estádio da Luz, segundo a Polícia de Segurança Pública (PSP), que foi chamada ao local depois de alertada para a existência de confrontos.

A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária, que investiga a possibilidade de se ter tratado de um homicídio.

O atropelamento mortal ocorreu ao início da madrugada, na Avenida Machado Santos, junto à rotunda sul do Estádio da Luz, tendo a PSP sido chamada ao local pelas 02:40.

Sporting, terceiro classificado com 63 pontos, e Benfica, líder com mais oito, defrontam-se hoje, a partir das 20:30, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, num dérbi que vai ser arbitrado por Artur Soares Dias, da associação do Porto.

AMG (JP/SIYF) // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon