Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno de Carvalho lembra que Jorge Jesus é o treinador e tem contrato até 2019

Logótipo de LusaLusa 11/05/2017 Rita Moura
JOSÉ COELHO/LUSA © LUSA / JOSÉ COELHO JOSÉ COELHO/LUSA

Redação, 11 mai (Lusa) – O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, recordou hoje que Jorge Jesus “tem mais dois anos contrato” e “que existe um vínculo profissional em vigor”, reiterando a permanência do treinador de futebol.

“Tenho que desmentir que Jorge Jesus quer ir embora? Tenho que desmentir que Jorge Mendes está a preparar o futuro do Jorge Jesus? Tenho que desmentir.... enfim... Jorge Jesus é o meu treinador escolhido”, escreveu Bruno de Carvalho na sua conta oficial na rede social Facebook.

O dirigente máximo dos ‘leões’ elencou vários pontos em função das notícias dos últimos dias, que se seguiram à derrota em casa no domingo diante do Belenenses (3-1), da 32.ª jornada da I Liga, e que levou Bruno de Carvalho a dizer que para ele bastava.

“O que posso garantir é que, enquanto presidente, para mim chega! Tudo tem de ser diferente na próxima época. O Sporting é vencer, não é dar desculpas”, disse na ocasião Bruno de Carvalho, qualificando como “deprimente” a exibição.

Nos dias seguintes, alguma imprensa levantou dúvidas sobre a continuidade de Jorge Jesus, treinador que chegou a Alvalade no verão de 2016, proveniente do rival Benfica.

“Enquanto existir a sintonia e amizade que tem sido a nota dominante destes dois anos é o treinador que considero ideal para dar continuidade a este projeto. A minha convicção mantém-se intacta, como não altero nem alterarei os objetivos a que me propus”, escreveu ainda Bruno de Carvalho.

O presidente do Sporting reiterou, no entanto, a ideia de que o Sporting terá, em matéria de contratações, que olhar para a ‘prata da casa’.

“Não sabia que tinha de vir esclarecer que o Sporting tem de fazer sempre mais com menos, apostar no desenvolvimento de jogadores, apostar na formação, não investir mais do que pode e apostar num grande treinador que permita que isto seja possível. E assim fiz, Jorge Jesus foi e é a minha escolha para desta forma ser campeão”, frisou.

Sempre na mesma tónica, Bruno de Carvalho, insistiu na continuidade de Jorge Jesus, dizendo que este é o único treinador que pretende, aquele com quem tem contrato e com quem se identifica.

“Em termos de futebol o treinador que pretendo é um só, o qual com quem tenho contrato e o qual com quem me identifico com a sua qualidade, força de trabalho, ambição e exigência: Jorge Jesus!”, escreveu.

Na nota, o dirigente reconhece também que a época “não cumpriu nenhum objetivo” e reiterou o que já tinha dito no domingo.

“Assim, tudo vai ter que mudar na próxima época. Os sportinguistas não querem desculpas, querem ser campeões; os sportinguistas querem ser respeitados e, em caso de derrotas que nunca poderiam suceder, querem quem reconheça e lhes peça desculpa, e para isso cá estarei sempre eu, o líder do clube”, rematou.

RPM // JP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon