Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno de Carvalho vai recorrer do "Caso do Túnel"

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/08/2017 Alcides Freire

A Sporting SAD emitiu um comunicado revelando-se incrédula com os seis meses aplicados pelo Conselho de Disciplina ao presidente do clube

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol condenou Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, com seis meses de suspensão por causa do chamado "Caso do Túnel". A SAD leonina emitiu um comunicado no qual dá a conhecer a sua intenção de recorrer para o TAD.

© Álvaro Isidoro/Global Imagens

"Consideramos manifestamente injusta e desproporcionada a sentença aplicada, na medida em que ficou provado que o presidente do Sporting Clube de Portugal foi vítima e não autor de qualquer espécie de agressão ou insulto na noite de 6 de novembro no Estádio José Alvalade. Do nosso ponto de vista, não faz qualquer sentido que quem é agredido, insultado, caluniado, difamado e injuriado, sem que tenha cometido qualquer infração, seja objeto de qualquer outra decisão que não passasse pela absolvição completa."

Nesse sentido, o Sporting anunciou que "vai recorrer da decisão do Conselho de Disciplina por considerar que existem todas as razões para que se faça justiça e se corrija aquilo que nos parece ser um erro de avaliação deste órgão disciplinar." E continua: "Confiamos e temos esperança que o TAD, tanto neste caso como no recurso que está pendente relativo ao castigo de quatro meses aplicado ao presidente do Sporting por declarações sobre Vítor Pereira, reponha a justiça nas decisões que vier a tomar."

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon