Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno de Carvalho: "Welthon? Acho giro, acho giro"

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/03/2017 Pedro Rocha

Sem esconder que conta segurar os costa-riquenhos Bryan Ruiz e Joel Campbell no plantel, o presidente do Sporting não desmentiu o interesse no avançado do Paços de Ferreira, lamentou que só agora se valorize a introdução do vídeo-árbitro no futebol e confirmou que não acompanhará a equipa na deslocação a Arouca

Bryan Ruiz e Joel Campbell: "Temos vontade em que o Bryan continua e também é a vontade dele. Quanto ao Campbell vamos ver. Não depende só da vontade do jogador, também depende do Arsenal. Vamos ver. É um grande jogador, mas não podemos ir em loucuras".

© Fornecido por O jogo

Welthon: "Estão a falar daquele jogador do Paços de Ferreira? Acho giro, acho giro".

Protesto do Benfica: "Têm que perguntar ao António Figueiredo. Ele é que diz que os outros se queixam muito. Concordo que existe uma dualidade de critérios em tudo. Já digo isso há quatro anos e o Sporting é o mais prejudicado. Só concordo com isso. Se vão ao jogo da seleção ou não, não faço a mínima ideia".

Vídeo-árbitro: "Acho engraçado tudo isto. Há quatro anos eu já falava do vídeo-árbitro e quase toda a gente dizia que era uma parvoíce, incluindo aqueles que agora vão a conferências e dizem muito bem do vídeo-árbitro. Afinal, eu tinha razão. Vim para o futebol com a noção clara do que pretendia, do que ia encontrar e das dificuldades que o Sporting iria enfrentar. Acharam que eu era um idiota. É como agora o Benfica e o FC Porto queixarem-se das arbitragens, quando eu falei o que era necessário mudar na arbitragem, como serem publicados os relatórios ou a questão dos observadores. Já dei tantas soluções e depois é processos em cima de processos. Agora já toda a gente acha bem que um ou outro refilem. De facto, há dualidade de critérios em relação a muita coisa".

Processo com Carlos Pinho: "Naquelas imagens em que se vê o presidente do Benfica quase a agredir uma pessoa da arbitragem, foi tudo claro e o processo anda a arrastar-se. No meu caso das minhas imagens, não houve nada e anda a arrastar-se também. Como há um processo a decorrer, o meu também tem que decorrer. Não aquelas imagens manipuladas. São aquelas coisas do futebol. Eu tenho a cabeça tranquila, já esse senhor (Carlos Pinho) nem na vida pessoal pode ter a cabeça tranquila, quanto mais no futebol".

Jogo em Arouca: "Eu vou estar em Angola".

Digressão na Costa Rica: "O balanço é muito positivo. Foi muito importante. O Sporting foi o primeiro clube a abrir uma academia na Costa Rica. Foi muito importante dentro da nossa estratégia de expansão na América do Sul. Vamos poder trabalhar com jovens promessas e um clube com a dimensão do Sporting tem que marcar presença quando é necessário procurar talentos. Temos que procurá-los muito jovens. Vamos contribuir para o desenvolvimento da Costa Rica e vamos tentar procurar talentos"

Reuniões com a Federação da Costa Rica: "Aproveitámos ainda para fazer várias reuniões com a Federação da Costa Rica para prepararmos um convénio no futebol masculino e feminino, no futebol de praia, no futebol de salão. Aproveitámos para desenvolver contactos com outros dois países da América Central. Foi extremamente interessante. Vi miúdos muito agradados por vestirem a camisola do Sporting, tendo como atrações máximas o Bryan Ruiz e o Joel Campbell".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon