Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno Gaspar: Benfica exigiu cinco milhões e Sporting sai de cena

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/04/2017 Hugo Monteiro

Responsáveis leoninos deixaram cair a possibilidade Bruno Gaspar devido às exigências colocadas oficiosamente pelo Benfica, que detém 50% dos direitos económicos, pelos quais reclamou 5 milhões de euros.

A identificação de atletas que possam reforçar o plantel às ordens de Jorge Jesus na próxima temporada, com a prioridade de momento a ser dada aos laterais (direito e esquerdo), é processo em marcha em Alvalade, procurando os responsáveis leoninos, sabe O JOGO, soluções no mercado externo. De acordo com o diagnóstico feito em Alvalade, não existem atualmente soluções financeira e desportivamente atrativas no espaço nacional para as pretensões do treinador verde e branco, gorada que está, até ver, a possibilidade de o lateral-direito Bruno Gaspar regressar a Lisboa, agora para vestir de verde e branco.

© Filipe Amorim/Global Imagens

O atleta do Vitória de Guimarães, como O JOGO oportunamente deu conta no passado dia 8 de março, estava no radar leonino, mas os contactos oficiosos levaram ao afastamento do emblema liderado por Bruno de Carvalho. Detendo 50% dos direitos económicos de Bruno Gaspar, de acordo com informações recolhidas pelo nosso jornal, o Benfica fez saber informalmente junto dos dirigentes vimaranenses que pretendia ser ressarcido por um valor na ordem dos cinco milhões de euros, face ao interesse leonino, dificultando qualquer tentativa de acordo entre as partes. Perante este obstáculo esperado, o Sporting saiu de cena, mesmo sabendo que o rival da Luz não tem à sua disposição qualquer cláusula de opção de recompra ou direito de preferência sobre Bruno Gaspar, que é seguido pelos franceses de Lyon, Mónaco e Nice.

Os dirigentes leoninos deixaram assim cair a possibilidade de negócio, procurando outras soluções que estão a ser identificadas pela estrutura do futebol, focada sobretudo no mercado europeu, ainda que nomes como Salazar ou Mayke constem da longa lista de atletas em análise, sem que esteja definido qualquer alvo prioritário nesta fase.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon