Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno Magalhães segura liderança do Europeu com terceiro lugar nas Canárias

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/05/2017 Alcides Freire

Piloto português consolidou a primeira posição no Europeu de Ralis.

O português Bruno Magalhães (Skoda Fabia R5) terminou este sábado em terceiro o 41º Rali das Canárias, segunda prova do Europeu de Ralis (ERC), e consolidou a liderança do campeonato.

Bruno Magalhães somou 15 pontos pelo terceiro lugar e mais dez pela posição em cada um dos dois dias da prova espanhola, conquistada pelo russo Alexey Lukanyuk (Ford Fiesta R5), que terminou o rali em 02:06.01,8 horas, menos um minuto do que o português, que ficou ainda atrás do bicampeão europeu, o polaco Kajetan Kajetanowicz (Ford Fiesta R5).

© @World

Aos 38 pontos conquistados pela vitória no Rali dos Açores, a 1 de abril, Bruno e Hugo Magalhães juntam agora os 25, que ajudam a cimentar a liderança do ERC.

Lukanyuk repetiu a vitória de 2016, embora tenha sofrido, no primeiro dia de provas, uma penalização de dez segundos por uma partida antes do tempo, ainda que tenha vencido 11 das 12 classificativas em Las Palmas.

Em declarações à sua assessoria de imprensa, Bruno Magalhães descreveu um "terceiro lugar com sabor a vitória", mas também "agridoce, tendo em conta que o segundo lugar estava ali tão perto".

"O mais importante é que consolidámos a liderança no Europeu de Ralis, algo que nunca pensámos possível quando alinhámos no Rali dos Açores", acrescentou.

O piloto destacou o "verdadeiro trabalho de equipa" durante a prova e o carro "com um desempenho notável", ainda que tenha lamentado a falta de apoios.

"Para continuar [a luta pela liderança do europeu] são necessários apoios. É nisso que me vou concentrar de seguida", atirou.

Aloísio Monteiro (Renault Clio R3T), da classe RC3, terminou também a prova em 42º, a mais de 23 minutos de Lukanyuk, enquanto Luís Pimentel (Mitsubishi Lancer Evo X), de RC2, acabou na 47ª e última posição.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon