Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno Varela bate à porta da seleção

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/08/2017 Hugo Monteiro

Fernando Santos, que já o chamou em março (para substituir o lesionado Anthony Lopes), só o deixou de fora da Taça das Confederações para que fosse titular dos sub-21 no Europeu da categoria.

© Pedro Correia/Global Imagens

Bruno Varela pode ser uma das novidades de Fernando Santos na convocatória da Seleção Nacional para os jogos frente às Ilhas Faroé (31 de agosto) e Hungria (3 de setembro), na rota do Mundial"2018, a divulgar já na quinta-feira. Com Rui Patrício como opção indiscutível no onze e Anthony Lopes de regresso às contas do selecionador após a indisponibilidade para a Taça das Confederações, por motivos pessoais, sobra um lugar nos elegíveis para a baliza, para o qual Bruno Varela, segundo apurou O JOGO, surge como forte hipótese. Esta pode ser assim a sua segunda convocatória para a equipa das Quinas, depois de já ter sido chamado pelo responsável técnico de Portugal para o lugar do guardião do Lyon a 21 de março - então para o compromisso ante a Hungria, na Luz -, sendo promovido dos sub-21 apenas dois dias depois de uma grande exibição no Dragão, que valeu um empate (1-1) ao V. Setúbal frente ao FC Porto.

Após ter falhado a Taça das Confederações - prova para a qual Anthony Lopes e Marafona (lesionado) não estavam disponíveis -, uma vez que Fernando Santos e Rui Jorge entenderam que o jovem guardião seria mais importante nos sub-21, que iriam disputar no mesmo período o Europeu da categoria - levando à chamada de Beto, suplente no Sporting, e José Sá, suplente no FC Porto, para a prova que se realizou na Rússia -, Bruno Varela apresenta agora, como titular do Benfica, novos argumentos para entrar na convocatória. Um quadro que Luís Matos, antigo treinador de guarda-redes do Benfica, considera ser resultado de "um processo natural". "Não espantará ninguém se Bruno Varela for convocado", defende, a O JOGO, reforçando: "Atendendo ao seu passado nas seleções jovens, nas quais era recentemente o titular dos sub-21, e agora ao estatuto que tem no Benfica, é normal que seja um candidato a entrar nas contas." Matos considera mesmo que, "caso consiga manter o posto no Benfica", Varela será "naturalmente uma opção a longo prazo na Seleção". "Não estou a ver o titular do Benfica não ser chamado", justifica.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon