Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Cáritas lusófonas reunidas em Cabo Verde com fome e desigualdades na agenda

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/10/2017 Administrator

Representantes das Cáritas lusófonas vão estar reunidos na cidade de Picos, interior da ilha de cabo-verdiana de Santiago, a partir de quarta-feira para abordar o papel destas instituições no combate à fome e desigualdades nestes países.

O encontro, que decorre até 17 de outubro, reúne representantes destas organizações da Igreja Católica de Portugal, Cabo Verde Angola, Brasil, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e de Timor-Leste.

"Fome e Desigualdades nos Países Lusófonos: O engajamento da Caritas nos processos de Transformação Social e Económica" é o tema do encontro, cuja abertura será presidida pelo chefe de Estado cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca, e contará com a participação do cardeal cabo-verdiano Arlindo Furtado e do bispo de Bafatá, Guiné-Bissau, Pedro Zilli.

Portugal estará representado no encontro pelo presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio da Fonseca, segundo o programa do evento divulgado pela Cáritas de Cabo Verde.

Durante o encontro, será feito um ponto de situação sobre a realidade de cada um dos países participantes e serão abordados os desafios da Igreja Católica no combate à fome e às desigualdades.

Desenvolvimento sustentável, alterações climáticas e os direitos humanos no contexto das migrações são outros assuntos na agenda da reunião, da qual deverá sair uma proposta de voluntariado e intercâmbio entre os países lusófonos.

A ideia é, segundo a secretária-geral da Cáritas de Cabo Verde, Marina Almeida, "unir esforços no sentido de contribuir para o desenvolvimento dos países-membros, potenciando os recursos com vista à valorização da pessoa e das suas condições de vida, denunciando as injustiças e apontando caminhos".

Os representantes das Cáritas lusófonas, que já estão em Cabo Verde desde sábado, irão ainda realizar também visitas ao terreno para conhecer projetos de agricultura e visitar as comunidades locais.

As Cáritas Lusófonas reúnem-se em fórum de dois em dois anos, tendo o último encontro decorrido no Brasil, em 2015.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon