Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Câmara de Loures quer criar laboratório de rios para mostrar boas práticas fluviais

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/07/2017 Administrator

A Câmara Municipal de Loures vai criar no rio da cidade um Laboratório de Rios para mostrar aos visitantes as boas práticas fluviais e permitir a circulação pedonal entre as duas margens, foi hoje anunciado.

O projeto designa-se "Laboratório Vivo para a Descarbonização" e irá ser implementado num dos troços do rio de Loures, ao longo de 1200 metros de extensão.

Em declarações à agência Lusa, o vereador com o pelouro na Câmara Municipal de Loures, Tiago Matias, referiu que este projeto visa reabilitar o rio e torná-lo acessível à circulação pedonal e ciclável.

"Trata-se de um projeto muito importante em termos ambientais. Por um lado, conseguir aplicar na reabilitação do rio técnicas de engenharia natural e plantar vegetação autóctone, e por outro ligar dois aglomerados da cidade que estão neste momento cortados pela autoestrada", apontou.

No que diz respeito à reabilitação do rio, Tiago Matias referiu que a autarquia pretende criar um "Laboratório de Rios" para que os visitantes possam conhecer "as boas práticas de intervenção fluvial e as soluções técnicas de engenharia natural adotada".

Por outro lado, a Câmara de Loures irá criar um percurso pedonal e ciclável com cerca de 1200 metros de extensão, que seguirá ao longo da margem esquerda do rio, desde a ponte sobre a estrada nacional 115 à ponte do pinhal.

"Esperamos que esta intervenção promova a mobilidade sustentável e a utilização de meios de transporte mais suaves. Ao longo do trajeto serão colocados pontos de iluminação pública inteligente e autossustentáveis", explicou.

Para a concretização deste projeto, com um valor estimado em 252 mil euros, a Câmara Municipal de Loures vai candidatar-se a um fundo ambiental, que a ser aceite irá atribuir 80 mil euros para a ideia e 500 mil para a execução da obra.

No final do mês de julho são conhecidos os resultados do Concurso de Ideias do Fundo Ambiental, em que as doze propostas selecionadas serão apoiadas com 80 mil euros cada, para darem início ao desenvolvimento do plano de implementação do Laboratório Vivo para a Descarbonização proposto.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon