Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Câmara de Mértola reabilita cineteatro e espaços públicos de Mina de S. Domingos

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/07/2017 Administrator

A Câmara de Mértola, no Alentejo, vai investir 550 mil euros em obras de reabilitação do cineteatro e espaços públicos de Mina de S. Domingos, no âmbito de um plano para comunidades desfavorecidas do concelho.

Trata-se de obras "importantes" para a regeneração urbana de Mina de S. Domingos, que é uma aldeia "muito relevante" para o concelho e a região Alentejo, disse hoje à agência Lusa Jorge Rosa, presidente da Câmara de Mértola, no distrito de Beja.

Segundo o autarca, as obras, inseridas no Plano de Ação Integrado Para Comunidades Desfavorecidas (PAICD) de Mértola, vão ser cofinanciadas em 500 mil euros por fundos comunitários e em 50 mil euros pelo município.

A maior parte do investimento, 300 mil euros, vai permitir a reabilitação total do Cineteatro de Mina de S. Domingos, a remodelação do jardim do coreto e do campo de ténis da aldeia e a criação de um parque infantil.

Os restantes 200 mil euros irão servir para continuar a regeneração urbana de espaços públicos da aldeia, nomeadamente as zonas junto à igreja e ao novo loteamento e a rua do Guadiana.

Após a reabilitação, o cineteatro, que foi o último dos edifícios doados pela empresa La Sabina, a antiga proprietária e que explorou a Mina de S. Domingos, à Fundação Serrão Martins, irá servir para exibição de cinema, apresentação de espetáculos e exposições.

A Fundação Serrão Martins foi criada em 2004 pela Câmara de Mértola e pela La Sabina com o objetivo de proteger, conservar, valorizar e divulgar os valores patrimoniais da aldeia e do antigo complexo da Mina de S. Domingos.

O município refere que a verba de cofinanciamento comunitário inicialmente prevista para a regeneração urbana da aldeia e no âmbito do PAICD era de 125 mil euros, mas, "mediante uma forte e bem fundamentada negociação", conseguiu obter o "máximo possível", ou seja, 500 mil euros.

Segundo a Câmara de Mértola, "a aposta clara na requalificação", em "todas as dimensões", de Mina de S. Domingos, "uma realidade hoje assumida por várias instituições", tornou a aldeia "num importante polo de crescimento".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon