Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Câmara de Matosinhos pede para se isentar munícipes da taxa de resíduos de julho

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/09/2017 Administrator

A Câmara Municipal de Matosinhos pediu à Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) para isentar os munícipes em 50% da taxa de resíduos sólidos de julho, disse hoje à Lusa fonte autárquica.

Segundo a fonte, este pedido feito pelo presidente da autarquia, Eduardo Pinheiro, prende-se com o "mau serviço" prestado pela empresa concessionária, durante todo o mês de julho, com a acumulação de lixo nas ruas.

Desde o início do mês de julho que a recolha de resíduos urbanos em Matosinhos começou a ser feita por uma nova empresa concessionária do serviço, cuja "anomalia na recolha" provocou um acumular de lixo nas ruas, junto a contentores.

Na altura, Eduardo Pinheiro admitiu que o problema derivou de falhas de organização e de meios patenteados por parte da nova empresa concessionária.

Nesse altura, para "atenuar e resolver situações mais graves", a câmara intensificou o acompanhamento da recolha de resíduos em todo o concelho.

A câmara estipulou prazos para a resolução das falhas, sendo imputadas ao concessionário "as sanções decorrentes da violação das obrigações contratuais assumidas".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon