Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Câmara do Funchal abre concurso para resolver falta de comandante dos bombeiros

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/09/2017 Administrator

A Câmara Municipal do Funchal decidiu hoje, na reunião semanal do executivo, desencadear os procedimentos para a abertura do concurso para comandante do corpo de bombeiros sapadores do concelho, um problema que estava por resolver há uma década.

"Esta era uma situação que não era resolvida desde 2007", disse a vereadora Madalena Nunes que foi a porta-voz da reunião.

A autarca adiantou esta decisão vem na sequência de outras enquadradas na "aposta feita para melhorar as questões da proteção civil na cidade do Funchal" por parte dos responsáveis da principal câmara da Madeira.

Madalena Nunes recordou que na passada semana foi aprovado o regulamento interno deste corpo de bombeiros, no qual foi alterada a denominação de municipais para sapadores, que "não era revisto de 1955".

"Foi um trabalho que demorou algum tempo e agora conseguiu ser trazido à luz e ficou adequado aos tempos de hoje", sublinhou.

Também referiu que a 24 de agosto foi celebrado um protocolo com a Câmara Municipal de Lisboa para a realização de uma escola de bombeiros no concelho.

"Está a decorrer o processo da escola de bombeiros, já não eram contratados novos profissionais há mais de 16 anos", salientou Madalena Nunes, vincando que "são 24 novos bombeiros e bombeiras que serão contratados para o quartel".

A autarca mencionou ainda o investimento de 800 mil euros feito na aquisição de quatro novas viaturas para combate a incêndios urbanos e florestais, ao abrigo do POSEUR.

"Tem sido um caminho feito de forma sustentada, porque a proteção civil é importante e a cidade merece-o", realçou a responsável municipal.

Madalena Nunes mencionou que outra decisão tomada na reunião semanal do executivo camarário do Funchal foi a adjudicação por 253 mil euros do projeto de prolongamento da vereda do Serrado, na freguesia de São Gonçalo, uma "obra ansiada pela população há bastante tempo e que estará brevemente no terreno para ser realizada".

.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon