Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Caíram os últimos titulares absolutos no FC Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/10/2017 Hugo Monteiro

Marcano e Brahimi ficaram no banco pela primeira vez esta época. Vaná é o único sem minutos.

© Global Imagens

Os últimos titulares absolutos do FC Porto tombaram ontem, na estreia na Taça da Liga, numa competição que tem servido para os treinadores darem a oportunidade aos mais utilizados. E a receção ao Leixões não foi exceção. Marcano e Brahimi viram-se, por isso, no banco de suplentes no começo do encontro, algo que ainda não havia sucedido nesta temporada. Nem mesmo na deslocação ao Restelo, para defrontar o modesto Lusitano de Évora, na Taça de Portugal. Mesmo assim, o espanhol continua a figurar no topo da lista de atletas com mais tempo de jogo em 2017/18, com 1147 minutos, mais 67 do que o habitual companheiro no eixo da defesa, Felipe.

Ausente das escolhas de Sérgio Conceição continua o único reforço portista no último defeso. Chegou a pensar-se que a Taça da Liga permitiria a Vaná estrear-se oficialmente de azul e branco, mas as mudanças na baliza ocorridas recentemente não lhe foram favoráveis, uma vez que o treinador preferiu manter José Sá entre os postes, de forma a dar-lhe mais experiência de jogo. De resto, o brasileiro ainda só entrou numa convocatória nesta época, para o encontro da Taça de Portugal, depois de em 2016/17 ter sido considerado um dos melhores guarda-redes do campeonato.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon