Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Cabo Verde levou a Paris "mensagem de esperança" para o continente africano

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/10/2017 Administrator

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, levou, hoje, à sede da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), em Paris, "uma mensagem de esperança para o continente africano".

O chefe da diplomacia cabo-verdiana participou no 17.º Fórum Económico Internacional sobre África, dedicado ao tema "Os Empresários e a Industrialização de África", tendo insistido, na sua intervenção, sobre a necessidade de respeitar os direitos humanos, a democracia e as liberdades em África.

"Trouxe uma mensagem de esperança para o continente africano mas sobretudo insisti num aspeto que, para nós, é extremamente importante: o respeito dos direitos humanos, o funcionamento pleno do Estado de direito, a democracia, as liberdades, o respeito pela Constituição, das Constituições todas de todos os países", afirmou à Lusa e RFI.

Luís Filipe Tavares mostrou-se otimista que, "paulatinamente", Cabo Verde vá "conseguir passar esta mensagem que é muito importante para a estabilidade em África, para a paz social e para o crescimento económico".

Durante a sua participação na mesa redonda intitulada "Os empresários podem acelerar a industrialização de África?", o ministro disse que "há duas condições prévias a todo o desenvolvimento industrial", nomeadamente "o respeito pela democracia, pelo Estado de direito e pelo normal funcionamento das instituições" e "a necessidade que o Estado invista muito na educação".

"Não temos recursos naturais em Cabo Verde e ainda bem. A única maneira de desenvolver o nosso país é através da educação e capital humano", afirmou Luís Filipe Tavares, em francês, perante cerca de 300 pessoas, sublinhando que "a estabilidade política, o respeito pelos direitos humanos e o respeito pela liberdade de imprensa são condições prévias a qualquer desenvolvimento".

O chefe da diplomacia disse que "África é o continente do futuro" mas alertou que é preciso "não uma revolução do sistema político, mas quase" porque é necessário que "as pessoas sejam totalmente livres e os direitos respeitados".

Em declarações à imprensa, o também titular da pasta das Comunidades e Defesa, insistiu que "Cabo Verde aposta muito na melhoria do ambiente de negócios, na promoção do Estado de direito, das liberdades, da democracia".

Ainda durante a sua intervenção no Fórum Económico Internacional sobre África, Luís Filipe Tavares indicou que Cabo Verde está empenhado em "criar uma nova geração de jovens cabo-verdianos", através do ensino de cinco línguas desde o pré-escolar (inglês, português, francês, espanhol e mandarim), da aposta na matemática, ciências e inovação para criar "cidadãos do mundo capazes de trabalhar em Cabo Verde e em qualquer outro país".

"O nosso governo está a apostar, por exemplo, neste ano letivo, na formação do jovem cabo-verdiano. O que é que nós queremos? Nós queremos que daqui a 18, 20, 25 anos esse jovem consiga falar quatro ou cinco línguas, domine as tecnologias, seja inovador, tenha um conhecimento muito forte das matemáticas e das ciências em geral para trabalhar não só em Cabo Verde mas no mundo todo", continuou.

Ainda durante a sua intervenção no painel sobre a industrialização em África, o ministro disse estar "muito otimista pelo futuro de África" mas deixou um apelo: "Os africanos devem tomar as rédeas do seu futuro. Ninguém vai desenvolver África por nós."

"Significa que [África] tem de assumir as suas responsabilidades plenamente, políticas, sociais, económicas, tem que ter líderes visionários, tem que trabalhar para promover uma educação de qualidade. A educação é a chave que abre todas as portas e isto é muito verdade no continente africano", concluiu.

Cabo Verde integra um centro de desenvolvimento da OCDE, uma organização onde atualmente não está nenhum país africano.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon