Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Calendário do Benfica é mais complicado do que o do FC Porto"

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/04/2017 Alcides Freire

Paulo Sérgio, treinador que já passou pelo Sporting, considera que o FC Porto tem a vida mais facilitada até ao fim do campeonato embora refira, a favor do Benfica, que "é nos momentos mais difíceis que se conseguem as grandes conquistas".

© Fernando Fontes / Global Imagens

A esta distância consegue dizer quem vai ser campeão em Portugal?

O título vai ser discutido mesmo até ao último minuto. Teoricamente, o calendário do Benfica é muito mais complicado do que o do FC Porto, mas isso vale o que vale. Muitas vezes é nos momentos mais difíceis que se conseguem as grandes conquistas. Não nos podemos esquecer, no entanto, que neste momento o Benfica tem vantagem e isso é o que conta. Temos um campeonato exigente, onde qualquer um dos dois candidatos pode ganhar.

Ter vencido três títulos nos últimos três anos dá algum conforto e tranquilidade ao Benfica nesta fase final do campeonato?

-Dá-lhe confiança e estabilidade emocional e exibicional. Parece-me que o Benfica elevou os níveis de confiança no jogo com o FC Porto. Jogou bem e isso pode ser importante para a equipa no que resta da temporada. O FC Porto está em crescendo, recuperou a sua confiança, reequilibrou-se e está bem neste momento. Mas, como diria João Pinto, prognósticos só no fim do jogo. O Sporting falhou muito cedo. A expectativa era os três lutarem pelo título nesta altura, mas, contra todas as expectativas, até pelo que fez na última temporada, o Sporting ficou arredado do título muito cedo...

Está surpreendido com o rendimento de alguns dos líderes dos principais campeonatos da Europa?

Não. A liderança vai-se construindo. Esperava era mais de alguns clubes, como o City e o Arsenal. Por outro lado, acho que José Mourinho ainda não tem armas este ano para ganhar o título pelo Manchester United. Em França, não estou nada surpreendido com o Mónaco, porque conheço bem a qualidade do Leonardo Jardim. E não tem os recursos dos outros...

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon