Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Campanha sensibiliza contra maus tratos e abandono de animais em Vila Real

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/07/2017 Administrator

A associação Proanimal lançou, em Vila Real, uma campanha de sensibilização para apelar à adoção responsável, à esterilização dos animais e contra os maus tratos e o abandono, que aumenta nesta altura do verão.

A campanha passa pela colocação de 'outdoors', pela cidade de Vila Real, que têm como protagonistas os animais, cães e gatos recolhidos pela associação, e que alertam para quatro mensagens essenciais.

O porta-voz da Proanimal, António Brandão, explicou que se pretende sensibilizar a população para o crime de maus tratos a animais, para a esterilização, para a adoção responsável e contra o abandono.

O responsável referiu que, apesar da evolução ser positiva, o abandono dos animais ainda é "um flagelo" que se verifica no verão, na altura em que muitos vão de férias e deixam os seus animais.

"Nota-se que há um aumento de abandono de animais nesta altura", salientou.

O Jim, um cão que sobreviveu a um tiro no ano passado mas que ainda não foi adotado, é um dos animais que dá "a cara" nesta campanha. No seu 'outdoor' a mensagem deixada pela Proanimal é "Maus tratos a animais é crime! Denuncie.... Porque eles sentem".

Os "outdoors' foram colocados em sítios estratégicos da cidade e onde podem ter mais visibilidade.

Uma outra mensagem que a associação quer passar com esta campanha é a "convivência saudável entre os tutores de animais de companhia e quem não tem animais".

Ou seja, segundo António Brandão, nos espaços públicos verdes, normalmente utilizados pelos detentores de animais de companhia e por quem quer passear na cidade, foram colocados 20 cartazes que apelam à limpeza dos dejetos deixados pelos cães.

"É uma evolução essencial para a sociedade e para uma convivência saudável entre todos", afirmou o responsável.

No primeiro semestre deste ano, a Proanimal apoiou cerca de 200 animais e contabilizou à volta de 70 adoções.

"A última recolha foi uma gatinha atropelada. Nós não temos capacidade para ajudar todos e tentamos manter a filosofia de ajudar os casos mais graves que são levados para os hospitais com quem temos protocolo", referiu António Brandão.

Esta campanha é apoiada pela Câmara de Vila Real, que atribuiu um apoio de 10.000 euros à associação para esta e outras ações.

O presidente do município, Rui Santos, afirmou que esta iniciativa quer incentivar uma "relação saudável entre os donos dos animais, os animais e o resto da população".

"O trabalho da Proanimal é muito importante, é socialmente responsável, é um trabalho pedagogicamente útil e que merece a nossa atenção e deve merecer a atenção de todos os vila-realenses", frisou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon