Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

CAN2017: Jogadores do Zimbabué adiam voo devido às negociações sobre prémios

Logótipo de LusaLusa 08/01/2017 João Pedro Simões
ANTÓNIO COTRIM/LUSA FILES © LUSA / ANTÓNIO COTRIM ANTÓNIO COTRIM/LUSA FILES

Harare, 08 jan (Lusa) – A seleção de futebol do Zimbabué recusou viajar para o Gabão, onde vai disputar a Taça das Nações Africanas de 2017 (CAN2017), devido às negociações sobre os prémios de participação.

A formação tinha previsto voar no sábado para os Camarões, para disputar um jogo particular na terça-feira, antes de rumar ao país anfitrião da competição, a disputar entre 14 de janeiro e 05 de fevereiro.

Após várias reuniões com os responsáveis federativos, alguns jogadores aceitaram viajar, enquanto a deslocação dos restantes está prevista para mais tarde, ainda durante o dia de hoje.

“Tivemos uma reunião produtiva e os jogadores e a administração chegaram a uma solução amigável”, afirmou à AFP Xolisani Gwesela, porta-voz federativo, escusando-se a detalhar a forma de resolução do impasse.

Na sexta-feira, os jogadores recusaram-se a comparecer ao jantar, no qual era convidado de honra o vice-presidente zimbabueano Emmerson Mnangagwa.

Os jogadores terão rejeitado o montante oferecido de cerca de 950 euros por encontro, exigindo o quíntuplo, explicou fonte federativa, acrescentando que as divergências também se estendiam aos valores das diárias.

O Zimbabué integra o Grupo B da CAN2017, juntamente com Argélia, Senegal e Tunísia.

JP // JP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon