Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Candidato do PSD/CDS-PP a Loures acusa FC Porto de "interferência eleitoral"

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/04/2017 Alcides Freire

André Ventura apresentou uma queixa contra o FC Porto à Comissão Nacional de Eleições

O candidato do PSD/CDS-PP à Câmara de Loures nas próximas eleições autárquicas, André Ventura, apresentou uma queixa à Comissão Nacional de Eleições (CNE) contra o FC Porto, por "interferência eleitoral", anunciou o próprio.

André Ventura, 35 anos, é a aposta do PSD e do CDS-PP para concorrer à Câmara Municipal de Loures, atualmente presidida pelo comunista Bernardino Soares.

Em causa está, segundo a queixa enviada à CNE, a que a Lusa teve acesso "sucessivos comentários depreciativos" do diretor de Comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, a respeito da candidatura de André Ventura à Câmara Municipal de Loures.

"No último programa televisivo em que participou - terça-feira, dia 11 de Abril, 'Universo Porto de Bancada', Porto Canal, 22H00 - 00h00 -, o Sr. Francisco J. Marques assumiu uma intolerável postura institucional, ao enfatizar que o FC Porto, entidade que representa enquanto diretor de comunicação, não vê com bons olhos a candidatura de André Ventura ao município de Loures, apelidando ainda o candidato de 'sectário' e transmitindo a mensagem de que os portistas de Loures não se deveriam rever nesse projeto político", refere a nota.

O texto da queixa de André Ventura, que é também comentador televisivo de futebol (afeto ao Benfica), considera que as declarações do diretor de Comunicação do FC Porto "violam os deveres de neutralidade e imparcialidade política".

"Não está em causa, note-se, qualquer direito fundamental de liberdade de pensamento ou expressão - que o queixoso, naturalmente, respeita - mas a interferência institucional de uma instituição de utilidade pública num processo político-eleitoral", conclui o texto.

Contactado pela Lusa, o diretor de Comunicação do Futebol Clube do Porto remeteu uma eventual resposta "para mais tarde".

Na "corrida" à presidência da Câmara Municipal de Loures está, para já, confirmada a recandidatura de Bernardino Soares (CDU) e a candidatura da socialista Sónia Paixão, atual vereadora do município, sem pelouros.

© Reprodução/Facebook André Ventura

O atual executivo camarário é composto por quatro vereadores da CDU, por quatro do PS e por dois da Coligação Loures Sabe Mudar (PSD, MPT e PPM).

No município de Loures, situado na Área Metropolitana de Lisboa, residem cerca de 200 mil pessoas.

As eleições autárquicas realizam-se no dia 1 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon