Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Cantor norte-americano Akon envolve-se em projeto de eletrificação em Moçambique

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/10/2017 Administrator

O cantor norte-americano Akon e a Organização Não-Governamental Machel Fidus vão desembolsar 50 milhões de dólares (42,2 milhões de euros) para projetos de eletrificação no centro de Moçambique, noticia hoje a agência de notícias moçambicana (AIM).

Segundo a mesma fonte, o investimento será feito no quadro de um acordo assinado na quinta-feira em Maputo entre a Akon Lighting Africa, ONG do cantor norte-americano, e a Machel Fidus, ONG de Malenga Machel, filho do primeiro Presidente moçambicano, Samora Machel, na presença da ministra dos Recursos Minerais e Energia moçambicana, Letícia Klemens.

Falando na ocasião, Akon afirmou que Moçambique precisa de apostar no sistema de energias renováveis, principalmente nas zonas rurais, porque têm potencialidade para criar oportunidades de emprego.

"O projeto que acabámos de lançar pretende responder ao desafio energético dos países africanos, através da implementação de soluções inovadoras, que possam criar fundações para o desenvolvimento sustentável nas áreas rurais", disse o artista.

Por seu turno, Malenga Machel destacou a importância da parceria entre entidades públicas e privadas para a materialização de projetos virados para a satisfação das necessidades básicas da população, incluindo o alargamento da rede elétrica.

A ministra referiu que a iniciativa será um contributo importante para a eletrificação rural no centro de Moçambique.

"A saúde, educação e sistema de abastecimentos de água precisam de energia", disse Lectícia Klemens, acrescentando que a falta de energia gera um baixo nível de desenvolvimento.

A Akon Lighting Africa está a implementar projetos de alargamento da rede elétrica em 11 países africanos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon