Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Casos dos emails: é ou não a assinatura de Rui Gomes da Silva?

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/07/2017 Alcides Freire
Lisboa 26/10/2016 - Decorreu hoje no Restaurante Catedral da Cerveja do EstÃdio da Luz o jantar encerramento de campanha da lista liderada por LuÃs Filipe Vieira a presidência do Benfica para o quadriÃnio 2016/2020 LuÃs Filipe Vieira e Rui Gomes da Silva (Orlando Almeida / Global Imagens) © Fornecido por O jogo Lisboa 26/10/2016 - Decorreu hoje no Restaurante Catedral da Cerveja do EstÃdio da Luz o jantar encerramento de campanha da lista liderada por LuÃs Filipe Vieira a presidência do Benfica para o quadriÃnio 2016/2020 LuÃs Filipe Vieira e Rui Gomes da Silva (Orlando Almeida / Global Imagens)

Rui Gomes da Silva, antigo vice-presidente do Benfica, negou envolvimento no alegado esquema de bruxaria denunciado pelo FC Porto. E, mais do isso, negou que fosse sua a assinatura que surge nos emails.

Na segunda-feira, na SIC Notícias, Rui Gomes da Silva, antigo vice-presidente do Benfica, negou com veemência qualquer envolvimento no alegado esquema de bruxaria denunciado pelo FC Porto. E, mais do isso, negou que fosse sua a assinatura que surge nos emails - revelados por Francisco J. Marques, diretor de informação e comunicação do FC Porto - que teriam sido trocados por Luís Filipe Vieira e Armando Nhaga, general da Guiné-Bissau. "Não assinei contrato nenhum. Aquela assinatura não é minha, e duvido que o general o tenha feito", assegurou Rui Gomes da Silva, colocando em xeque a veracidade dos emails revelados pelo FC Porto.

Ora, a página de Facebook, Baluarte do Dragão, afeta ao FC Porto, acusa o antigo vice-presidente do Benfica de faltar à verdade quando nega ser aquela a sua assinatura. "Rui Gomes da Silva disse que a assinatura do documento exibido pelo FC Porto não era a sua. Uma vez mais, Rui Gomes da Silva mentiu", pode ler-se no texto que acompanha a fotografia de dois documentos em que surge a assinatura do ex-dirigente benfiquista, uma quando era vice-presidente do Benfica, a outra quando era deputado na Assembleia da República, em 2008. O Baluarte do Dragão pretende assim provar que é realmente a assinatura de Rui Gomes da Silva que surge no email revelado por Francisco J. Marques, diretor de informação e comunicação do FC Porto, no Porto Canal.

O melhor do MSN em qualquer dispositivo


AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon