Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Catalunha: Presidente do Governo catalão visita escola ocupada

Logótipo de O Jogo O Jogo 01/10/2017 Administrator

O presidente do governo regional da Catalunha, Carles Puigdemont, visitou na noite de sábado a escola Verd de Girona, onde estudam as suas filhas, para dar ânimo às pessoas que se concentraram no local para impedir o seu encerramento.

Centenas de pessoas passaram a segunda noite consecutiva em escolas, institutos e outros centros designados como colégios eleitorais para o referendo de hoje, suspenso pelo Tribunal Constitucional (TC), para impedir o seu encerramento pela polícia, ordenado para as 06:00 (05:00 em Lisboa).

Desde sexta-feira que jovens e famílias ocupam estas instalações para tentar evitar que a polícia impeça o referendo.

Os Mossos d'Esquadra (polícia catalã) deslocaram-se este fim de semana a cerca de 1.300 escolas para avisar os seus ocupantes que deveriam deixar as instalações até às 06:00 de hoje.

Segundo o Governo, apenas 160 espaços estão ocupados, enquanto a plataforma Escolas Abertas diz serem mais de mil.

Até agora, a situação é de absoluta tranquilidade e os ocupantes continuam no interior das escolas e outros centros, onde desde sexta-feira foram organizadas múltiplas atividades extraescolares para manter as instalações abertas.

O Tribunal Superior de Justiça de Catalunha deu ordem aos Mossos d'Esquadra para que impeçam o referendo e apreendam o material relacionado com a votação, como urnas e listas de censos no interior dos locais de votação.

O Governo catalão estabeleceu 6.249 mesas eleitorais em toda a Catalunha e um dispositivo de 7.235 pessoas para tentar que hoje um total de 5.343.358 catalães possam votar no referendo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon