Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Catalunha: Tajani diz que "nenhum país europeu vai reconhecer independência"

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/10/2017 Administrator

O presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, afirmou hoje que "nenhum país europeu pretende reconhecer a Catalunha como um Estado independente" e alertou para as "pequenas pátrias", que considerou serem "restos do passado".

Numa entrevista publicada hoje pelo diário italiana 'Il Messaggero' citada pela Efe, Antonio Tajano respondeu afirmativamente quando questionado sobre se a União Europeia (UE) teme a multiplicação de "pequenas pátrias" e acrescentou que, "por essa razão, ninguém na Europa pretende reconhecer a Catalunha como um Estado independente".

"Até [a primeira-ministra britânica], Theresa May, em pleno 'Brexit', disse que o Reino Unido não vai nunca reconhecer a Catalunha", sublinhou, defendendo que Espanha é uma "democracia construída graças ao compromisso de milhões de espanhóis.

No sábado, o Governo espanhol propôs a destituição do presidente da Catalunha e de todos os membros do seu executivo, a limitação das competências do parlamento regional e a marcação de eleições num prazo de seis meses, depois de o governo regional da Catalunha ter realizado, a 01 de outubro, um referendo de autodeterminação e de o presidente do executivo catalão ter

Segundo a Generalitat, neste referendo, que foi considerado ilegal pelo Tribunal Constitucional, o "sim" à independência ganhou com 90% dos votos dos 43% dos eleitores que foram votar, tendo aqueles que não concordam com a independência da região boicotado a ida às urnas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon