Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Catar quer receber Mundial de clubes

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/04/2017 Carlos Gouveia

Emirato tenta rentabilizar investimento de 187 mil milhões de euros que está a fazer para o Mundial de 2022

© Fornecido por O jogo

O Catar pretende rentabilizar os cerca de 187 mil milhões de euros previstos para organizar o Mundial 2022, recebendo após essa data os mundiais de clubes e de seleções jovens. Segundo a Agência France Press, o emirato está em negociações com a FIFA para acolher diversos torneios, incluindo o que consagra o Mundial de Clubes e os mundiais de Sub-20 e Sub-17. "Todas as opções estão em aberto", admitiu recentemente o presidente da FIFA, Gianni Infantino, em visita ao Catar, embora diga que esse tema não faz, para já, parte da agenda da instituição.

Ao contrário do habitual, o Catar não vai realizar em 2021 a Taça das Confederações. Recorde-se que tem havido uma grande controvérsia relativamente às altas temperaturas no país, suscetíveis de terem impacto negativo na competição. Por isso, a FIFA "atrasou" o Mundial de 2022 para novembro-dezembro. Ainda não foi decidido qual o país a receber a Taça das Confederações, embora seja previsível que seja num país da zona asiática.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon